Anvisa analisa antiviral tecovirimat para tratar varíola dos macacos

Na noite de terça-feira, 23, o Ministério da Saúde também apresentou ao órgão um pedido de análise da vacina Jynneos
Remédio: Anvisa analisa antiviral tecovirimat para tratar varíola dos macacos (Andriy Onufriyenko/Getty Images)
Remédio: Anvisa analisa antiviral tecovirimat para tratar varíola dos macacos (Andriy Onufriyenko/Getty Images)
A
Agência Brasil

Publicado em 24/08/2022 às 13:06.

Última atualização em 24/08/2022 às 13:14.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu do Ministério da Saúde um pedido de análise para o medicamento tecovirimat, da empresa Siga Technologies para tratamento dos pacientes com risco para desenvolvimento das formas graves da varíola dos macacos.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

O prazo da Anvisa é de sete dias úteis. Segundo a agência informou, nesta quarta-feira, 24, todos os esforços serão aplicados na condução do processo de avaliação e decisão.

Na avaliação, a Anvisa terá como base as diretrizes regulatórias estabelecidas na Resolução da Diretoria Colegiada — RDC nº 747, de 19 de agosto de 202, bem como avaliação anterior do medicamento tecovirimat por autoridades reguladoras estrangeiras, equivalentes à Anvisa (AREE).

A decisão final será deliberada pela diretoria colegiada da Agência. Antes porém, a Comissão Técnica da Emergência Monkeypox vai analisar as características essenciais do medicamento e conferir se são as mesmas aprovadas pela AREE, tais como fabricante, concentração, forma farmacêutica, indicações terapêuticas, contraindicações, posologia, população alvo, via de administração e modo de uso, entre outras informações.

Na noite de terça-feira, 23, o Ministério da Saúde também apresentou à Anvisa um pedido de análise da vacina para a prevenção da varíola dos macacos, com a dispensa de registro.

LEIA TAMBÉM:

Como funciona o tecovirimat, medicamento para casos de varíola dos macacos

Varíola dos macacos: casos sobem 767% em um mês; SP e BA têm bebês infectados

Rio terá mais um posto de testagem da varíola dos macacos

Ministério da Saúde lança campanha sobre a varíola dos macacos