Brasil

André Fufuca desiste da disputa pela presidência da CPMI do 8 de janeiro; Arthur Maia é cotado

Deputado era um dos mais cotados para presidir a comissão. Com a desistência o nome de Arthur Maia (União Brasil-BA) deve ser o escolhido

Izael Pereira
Izael Pereira

Reporter colaborador, em Brasília

Publicado em 27 de abril de 2023 às 18h44.

O deputado André Fufuca (MA), líder do PP, informou na tarde desta terça-feira, 27, que desistiu de disputar a presidência da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de janeiro, que investiga os atos criminosos de depredação das sedes dos Três Poderes.

Leia mais: CMPI do 8 de janeiro: quem são os cotados para presidir e compor a comissão?

“Com muita honra que recebi as diversas manifestações de líderes de partidos da Câmara dos Deputados indicando apoio ao meu nome para assumir a presidência da CPMI que vai investigar os atos do dia 8 de janeiro. No entanto, não poderia, neste momento, assumir uma missão desse porte”, informou o parlamentar em nota divulgada em seu perfil no Instagram.

Arthur Maia é o mais cotado

Fufuca era um dos nomes mais cotados na Câmara para presidir a comissão. Com a desistência, deve se consolidar o nome do deputado Arthur Maia (União Brasil-BA), que também disputava o cargo.

“Tenho a responsabilidade e a satisfação de liderar a bancada do Progressistas, compromisso que requer de mim toda a dedicação e empenho, já que somos o quarto maior partido em representação na Casa, com 49 deputados”, completou Fufuca.

Por fim, ele afirmou que a sociedade tem grande expectativa quanto às investigações da CPMI, e que por isso a “presidência de uma comissão tão importante para o nosso país exige dedicação exclusiva para a condução dos trabalhos com equilíbrio e correção".

Acompanhe tudo sobre:CPMI do 8 de janeiroGoverno LulaProgressistas (antigo PP)Arthur Lira

Mais de Brasil

OPINIÃO: Nunca esqueceremos

Enchentes no RS: sobe para 155 o número de mortos; 94 pessoas seguem desaparecidas

Campanhas de Boulos e Tabata veem Datena “roubando” votos de Nunes; MDB acredita em aliança com PSDB

Ônibus passa a ligar aeroporto de Florianópolis a Porto Alegre

Mais na Exame