Brasil

Anac: Aeroporto de Guarulhos não poderá ampliar voos até solução de problemas de segurança

Restrição determina que o terminal não poderá ultrapassar as 2.714 frequências semanais de ações de transporte aéreo público de passageiros

Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (Germano Lüders/Exame)

Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo (Germano Lüders/Exame)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 6 de junho de 2024 às 15h41.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta quarta-feira, 5, que o Aeroporto Internacional de Guarulhos, no Estado de São Paulo, não poderá ampliar a frequência de voos de passageiros até que problemas relacionados à segurança das operações sejam resolvidos.

A restrição, estabelecida por meio da Portaria nº 14.734 de 4 de junho de 2024, determina que o aeroporto não poderá ultrapassar as 2.714 frequências semanais de ações de transporte aéreo público de passageiros, diz a Anac em comunicado. Ainda segundo a agência, se em 60 dias os problemas não forem resolvidos, os voos permitidos serão reduzidos em mais 5%, caindo para 2.578.

As preocupações são principalmente com a segurança dos pátios das aeronaves, em especial, nos períodos de chuva e operações noturnas. Conforme a Anac, mesmo sendo notificada em duas inspeções e ter sido autuada, a concessionária não resolveu os problemas identificados.

Dentre eles, estão falhas na "manutenção na sinalização horizontal nos pátios de aeronaves e dos circuitos da sinalização luminosa" e na "supervisão de operações no pátio". Além disso, há "falta de ações efetivas para revitalização tempestiva da sinalização horizontal em geral".

Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de GuarulhosAnac

Mais de Brasil

Operação da PF para capturar mais de 200 foragidos prende 48 pessoas em 10 estados e no DF

"Chama o VAR”: a necessidade de cumprir a regra e realizar concursos públicos para professores

Tarcísio libera entidades religiosas de pagar ICMS na importação de produtos

Greve dos ônibus de SP: Sindicato dos motoristas adia paralisação prevista para esta sexta-feira

Mais na Exame