EXAME Agro

China domina importação mundial de Durian em 2022, revelam dados da OMC

Em números concretos, a China importou um total de 825.000 toneladas de durian ao longo do ano de 2022

Durian: China importou um total de 825.000 toneladas da fruta ao longo do ano de 2022 (HONG SON/Pexels/Divulgação)

Durian: China importou um total de 825.000 toneladas da fruta ao longo do ano de 2022 (HONG SON/Pexels/Divulgação)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 19 de outubro de 2023 às 19h07.

A China foi o principal importador global de durian em 2022, representando uma impressionante parcela de 82% do total produzido do mundo, de acordo com dados recentes da Organização Mundial do Comércio (OMC).

A maior parte dessas importações de durian chegou à China originária da Tailândia, seguida pelo Vietnã, Malásia e Filipinas, conforme indicam as estatísticas. As importações de durian da Malásia eram predominantemente congeladas e processadas, enquanto o durian fresco da Tailândia manteve sua supremacia no mercado.

Em números concretos, a China importou um total de 825.000 toneladas de durian ao longo do ano de 2022, com quase 95% desse volume vindo da Tailândia, de acordo com estatísticas da Administração Geral das Alfândegas. No primeiro semestre deste ano, as importações de durian atingiram a marca de 787.000 toneladas, com mais de 600.000 toneladas provenientes da Tailândia e 186.000 toneladas do Vietnã, o que reduziu a fatia de mercado do durian tailandês para 76%.

Durian, o 'Rei das Frutas'

O durian, uma fruta tropical famosa por seu aroma forte e distintivo, muitas vezes descrito como desagradável, é ironicamente conhecido como o “Rei das Frutas” no Sudeste Asiático, onde é amplamente apreciado por suas características únicas.

Além disso, a China expandiu seu mercado de durian permitindo a importação de produtos frescos de durian qualificados do Vietnã em agosto do ano passado. Em 4 de janeiro, as frutas frescas das Filipinas também conquistaram acesso ao mercado chinês após a assinatura de um protocolo.

A Freshippo, a divisão de supermercados do Alibaba Group, realizou importações em grande escala de durian da variedade Monthong do Vietnã este ano e o lançou em todo o país no final de junho. Além disso, o durian vietnamita está experimentando uma demanda crescente em plataformas de comércio online, como JD.Com e Pinduoduo.

As exportações de durian do Vietnã dispararam quase 19 vezes, atingindo impressionantes US$ 876 milhões no primeiro semestre deste ano em comparação com o ano anterior, conforme dados alfandegários vietnamitas destacaram. Destes, cerca de US$ 835 milhões foram direcionados à China.

O durian vietnamita é mais acessível, tem tempos de transporte mais curtos devido à proximidade geográfica e custos logísticos menores em comparação com o durian tailandês, o que o torna uma opção atrativa no mercado global.

As Filipinas também participaram das exportações, enviando 917 toneladas de durian fresco para a China no valor de US$ 3,5 milhões nos primeiros oito meses deste ano. No entanto, as limitações de capacidade restringiram as exportações do país, que precisa superar desafios de produtividade para atender à demanda internacional, como alertou Ceferino Rodolfo, subsecretário de comércio e indústria das Filipinas no mês passado.

Tradução: Mei Zhen Li

Acompanhe tudo sobre:FrutasChinaOMC – Organização Mundial do Comércio

Mais de EXAME Agro

Rastreabilidade de alimentos: tudo o que você precisa saber para entender sua importância

Arroz importado pelo governo deve chegar ao país em 60 dias, afirma presidente da Conab

Brasil e China fecham acordo de US$ 1 milhão para a exportação de noz-pecã

Governo compra 263 mil toneladas de arroz importado em leilão público

Mais na Exame