Acompanhe:

EUA dizem que obtêm dados com conhecimento de empresas

Programa PRISM permite vigilância de comunicações na internet

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Diretor de inteligência nacional dos Estados Unidos, James Clapper, afirmou pela primeira vez que o PRISM existe
 (Kevin Lamarque/Reuters)

Diretor de inteligência nacional dos Estados Unidos, James Clapper, afirmou pela primeira vez que o PRISM existe (Kevin Lamarque/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 9 de junho de 2013 às, 09h44.

Washington - O diretor nacional de Inteligência dos Estados Unidos, James Clapper, especificou na noite deste sábado em comunicado que a espionagem de comunicações digitais estrangeiras se realizam com o 'conhecimento' das empresas de internet envolvidas.

Clapper, que comanda a Agência Nacional de Inteligência (NSA), quis minimizar os vazamentos para a imprensa sobre o programa PRISM, que permite vigiar comunicações digitais de nove grandes provedores de internet nos EUA

O diretor chamou a PRISM de um simples 'sistema governamental interno de computação' destinado a supervisionar dados que podem ser recopilados por mandato judicial.

Segundo o documento de três páginas, o Congresso foi informado deste programa 13 vezes desde 2009.

No comunicado se negou que 'o Governo americano obtenha unilateralmente dados de servidores de provedores americanos de comunicações' e assegurou que essa informação é obtida após consentimento judicial e 'com o conhecimento dos provedores'.

Quando os detalhes do programa PRISM foram revelados, as grandes empresas de internet como Google e Facebook negaram o conhecimento dessas solicitações de cooperação das autoridades federais e a abertura para o Governo de seus servidores.

Apesar de pela primeira vez Clapper afirmar que o programa PRISM existe, ele reitera que a NSA limita suas atividades aos cidadãos estrangeiros.

O diretor nacional de Inteligência disse que o PRISM 'não é uma coleção ou exploração de dados não revelada', mas um sistema pensado para 'facilitar' a vigilância de dados no exterior como autoriza o Congresso.

Últimas Notícias

Ver mais
Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Livro-bege dos EUA, dólar, IBC-Br e Petrobras (PETR4): os assuntos que movem o mercado

Há 4 horas

EUA vai impor novas sanções ao Irã e espera o mesmo de aliados
Mundo

EUA vai impor novas sanções ao Irã e espera o mesmo de aliados

Há 5 horas

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos
Economia

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos

Há 17 horas

The Act: onde assistir online à verdadeira história bizarra de Gypsy Rose
Pop

The Act: onde assistir online à verdadeira história bizarra de Gypsy Rose

Há 18 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais