Tecnologia

Vice de operações da Microsoft vê recuperação gradual em gastos

LONDRES (Reuters) - A Microsoft ainda vê uma grande demanda por seu software Windows 7, lançado no ano passado, e um novo ciclo orçamentário irá ajudar a gerar uma recuperação gradual nos gastos corporativos, afirmou o vice-presidente de operações da empresa norte-americana. "Vimos um grande interesse pela atualização do Windows 7", disse Kevin Turner em […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de março de 2010 às 15h15.

LONDRES (Reuters) - A Microsoft ainda vê uma grande demanda por seu software Windows 7, lançado no ano passado, e um novo ciclo orçamentário irá ajudar a gerar uma recuperação gradual nos gastos corporativos, afirmou o vice-presidente de operações da empresa norte-americana.

Turner afirmou que a Microsoft irá vender, neste ano, 300 milhões de cópias do Windows 7, nova versão do sistema operacional usado em nove de cada 10 computadores em todo o mundo, mas disse que o cenário é misto, com diferentes taxas de recuperação em todo o mundo.

A empresa já vendeu 90 milhões de cópias do Windows 7 desde seu lançamento, em outubro de 2009.

"Uma certeza que posso ter é que, pelo menos em 2010, a maioria das pessoas entraram em um novo ciclo orçamentário, o que ajuda, mas ... eles continuam conservadores", disse Turner. "Acho que ainda será algo gradual".

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaMicrosoftSoftwareTecnologia da informaçãoVendas

Mais de Tecnologia

Empresa chinesa avança em tecnologia quântica com novo termômetro de óxido de rutênio

Vídeos curtos passam a ser a principal fonte de informação dos jovens, alerta relatório

69% dos brasileiros acreditam que seus aparelhos espionam suas conversas

Segurança em xeque: Microsoft prioriza lucro e deixa governo dos EUA vulnerável

Mais na Exame