Inovação

Novo carregador sem fio da Xiaomi recarrega celular em menos de 20 minutos

Fabricante chinesa apresentou um carregador sem fio com 80 watts de potência, quase o triplo da versão atual

Xiaomi: fabricante chinesa desenvolveu um novo carregador sem fio para smartphones (Xiaomi/Divulgação)

Xiaomi: fabricante chinesa desenvolveu um novo carregador sem fio para smartphones (Xiaomi/Divulgação)

RL

Rodrigo Loureiro

Publicado em 19 de outubro de 2020 às 10h09.

Última atualização em 19 de outubro de 2020 às 10h21.

Depois de crescer no segundo trimestre deste ano, Xiaomi lançou um novo carregador sem fio no mercado. A novidade é que o equipamento permite recarregar a maioria dos smartphones compatíveis com a tecnologia de carregamento sem fio em menos de 20 minutos. Isso porque o aparelho permite a recarga completa de uma bateria de 4.000 mAh em 19 minutos.

Para essa recarga extremamente rápida da bateria, o novo carregador da Xiaomi tem capacidade de 80 watts – quase três vezes mais forte do que o carregador de 30 watts lançado em 2019 pela fabricante chinesa.

Em testes realizados no vídeo abaixo, do Wikimovel, o dispositivo mostra que a recarga de metade da bateria leva pouco mais de 8 minutos para ser feita. Já a recarga de 10% da bateria é feita em menos de um só minuto.

Vale destacar que a maioria dos carregadores considerados “rápidos” e que são vendidos junto com os smartphones – com exceção dos iPhones, que agora não são mais acompanhados pelo acessório –, possuem 25 watts de potência. Os carregadores mais fracos têm somente 5 watts.

A Xiaomi não revelou o preço e nem quando pretende disponibilizar o produto no mercado. A expectativa é de que isso aconteça antes do fim do ano.

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:GadgetsSmartphonesXiaomi

Mais de Inovação

A resposta da China para os bloqueios dos EUA: US$ 47 bilhões para autossuficiência em chips

Que música está tocando? Veja 5 formas de descobrir

Lei que regula pesquisa clínica com seres humanos é sancionada após nove anos de tramitação

Drones brasileiros: Psyche Aerospace recebe aporte de R$ 15 milhões para drone agrícola autônomo

Mais na Exame