Tecnologia
Acompanhe:

Microsoft lidera entre as empresas mais bem gerenciadas de 2022

A companhia comandada por Satya Nadella é a número 1 — novamente — no ranking anual das 250 melhores empresas do Drucker Institute. Mas abaixo dela, as empresas de tecnologia perderam a hegemonia

Satya Nadella, CEO da Microsoft: no topo pelo terceiro ano consecutivo (Lucas Jackson/Reuters)

Satya Nadella, CEO da Microsoft: no topo pelo terceiro ano consecutivo (Lucas Jackson/Reuters)

A
André Lopes

12 de dezembro de 2022, 10h45

O domínio do setor de tecnologia na lista que ranqueia as 250 empresas mais bem gerenciadas de 2022 caiu este ano. Contudo, o primeiro lugar segue com a Microsoft, que aparece no topo pelo terceiro ano consecutivo.

Mas, ao contrário do ano passado, quando as big techs ocupavam as cinco primeiras posições no ranking, neste ano o top 5 da lista ficou da seguinte forma: Microsoft, Apple, IBM, General Motors e Whirlpool.

Quer ficar por dentro das maiores novidades da tecnologia? Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia.

Os grande nomes que não se saíram também são empresas do nível de Meta e Amazon, que viram o crescimento da receita desacelerar após dois anos de um boom impulsionado pela pandemia. Junto delas, a controladora do Google Alphabet, Uber e Salesforce também caíram no ranking.

A Amazon permaneceu entre as 10 primeiras, mas caiu da segunda para a oitava posição e registrou a maior queda na pontuação. A Meta registrou a quarta maior queda na pontuação geral do grupo e caiu da 31ª posição no classificação do ano passado para 130ª este ano.

Segundo o Wall Street Journal, s montadoras registraram um desempenho positivo atípico, em um movimento que os pesquisadores que organizam o estudo, do Drucker Institute, atribuem em parte a um foco crescente na fabricação de veículos elétricos, o que ajudou as pontuações de responsabilidade social das montadoras.

A General Motors subiu para os cinco primeiros do 16º lugar no ano passado. Os analistas também atribuem a ascensão da indústria no ranking a uma diminuição dos problemas de abastecimento, o que ajudou nas pontuações de satisfação do cliente de algumas montadoras.

O ranking "Management Top 250" visa destacar as empresas que fizeram um bom trabalho em gerenciar diferentes frentes de atuação no comparativo com concorrentes. A lista usa os princípios do falecido guru da administração Peter Drucker para identificar as empresas que são gerenciadas com mais eficiência.

Este ano, mais de 900 empresas foram avaliadas em cinco categorias: satisfação do cliente, engajamento e desenvolvimento dos funcionários, inovação, responsabilidade social e solidez financeira.

LEIA TAMBÉM: