Tecnologia

Google construirá novo cabo submarino para conectar Brasil e EUA

O cabo, chamado Firmina, será o mais longo do mundo, disse o Google em um blog

Google: empresa teve aumento de 23% na receita do 4T20
 (David Paul Morris / Correspondente/Getty Images)

Google: empresa teve aumento de 23% na receita do 4T20 (David Paul Morris / Correspondente/Getty Images)

R

Reuters

Publicado em 9 de junho de 2021 às 12h49.

Google, da Alphabet, disse nesta quarta-feira que está construindo um cabo submarino que conectaria Estados Unidos, Brasil, Uruguai e Argentina, para aumentar a capacidade de conexão à internet entre essas regiões.

O cabo, chamado Firmina, será o mais longo do mundo, disse o Google em um blog, acrescentando que irá da costa leste dos Estados Unidos a Las Toninas, na Argentina, com pontos adicionais em Praia Grande, Brasil, e Punta del Este, Uruguai.

"O Firmina melhorará o acesso aos serviços do Google para usuários na América do Sul. Com 12 pares de fibra, o cabo transportará o tráfego de forma rápida e segura entre a América do Norte e a do Sul, dando aos usuários acesso rápido e de baixa latência a produtos do Google, como Pesquisa, Gmail e YouTube, bem como serviços do Google Cloud ", disse o Google.

O anúncio ocorre em meio a um aumento na demanda por serviços de internet e nuvem, uma vez que a pandemia de covid-19 desencadeou aumento de trabalho, compras e entretenimento online.

 

Acompanhe tudo sobre:BrasilEstados Unidos (EUA)GoogleInternetInternet móvel

Mais de Tecnologia

Alexa, da Amazon, pode subir preço em versão mais inteligente para competir com ChatGPT

CEO da Nvidia ganha US$ 7,6 bilhões em um só dia

Muito tempo no celular? Veja dicas para diminuir seu tempo de tela

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

Mais na Exame