Acompanhe:

Conhecida dos brasileiros, compras parceladas via apps devem crescer 16% globalmente

Com o nome "compre agora, pague depois", o modelo de pagamento representou 5% do volume total de transações de comércio eletrônico no ano passado

Modo escuro

Continua após a publicidade
Compre agora, pague depois: modelo de pagamento tem se tornado popular fora do Brasil (agrobacter/Getty Images)

Compre agora, pague depois: modelo de pagamento tem se tornado popular fora do Brasil (agrobacter/Getty Images)

Em um contexto de aumento de preços, taxas de juros elevadas e incertezas econômicas, o modelo de pagamento "Compre agora, pague depois" (BNPL, na sigla em inglês) ganhou espaço como alternativa na hora de fazer compras em mercados globais e no qual o modelo, até então, não era uma opção.

Com pegada tech, proposta por aplicativos de pagamentos como o PayPal, o BNPL representou 5% do volume total de transações de comércio eletrônico no ano passado, projetando um crescimento anual de 16% até 2026. Já no Brasil o cenário é muito mais intenso: 62% dos compradores que fazem compras com cartão de crédito cada mês, segundo a Abecs.

Segundo a Fidelity National Information Services (FIS), atualmente mais de 200 provedores globais oferecem empréstimos parcelados no momento do checkout da compra.

E o quesito facilidade de compra tem elevado a concorrência. Fintechs como Klarna e Afterpay, estão disputando espaço com provedores de pagamento digital estabelecidos, bancos, gigantes da tecnologia e companhias de cartão de crédito no mercado de BNPL, que ainda é considerado emergente.

Segundo dados da Statista Consumer Insights, o PayPal, com sua opção "Pay in 4" sem juros, é o fornecedor de BNPL mais popular nos Estados Unidos atualmente.

Dentre os usuários de BNPL consultados, 68% afirmaram ter utilizado a opção de Compra Agora, Paga Depois do PayPal nos últimos 12 meses.

Em segundo lugar está o Amazon Pay Later, com uma penetração de 26,5%, seguido de perto por Afterpay, Affirm e Klarna, utilizados respectivamente por 25,9%, 21,9% e 21,5% dos usuários de BNPL.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Reddit dá início a IPO e usuários mais ativos poderão comprar ações
Tecnologia

Reddit dá início a IPO e usuários mais ativos poderão comprar ações

Há 23 horas

Pane 'misterioso' nos EUA deixa milhões sem internet — e FBI investiga
Tecnologia

Pane 'misterioso' nos EUA deixa milhões sem internet — e FBI investiga

Há 23 horas

Google terá novo centro de engenharia em São Paulo
Tecnologia

Google terá novo centro de engenharia em São Paulo

Há um dia

Google vai começar a produzir smartphone Pixel na Índia no próximo trimestre
Tecnologia

Google vai começar a produzir smartphone Pixel na Índia no próximo trimestre

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais