Cartas & E-mails | Tudo no app

Confira cartas e e-mails que chegaram à redação de EXAME sobre a edição 1183 da revista, que traz os aplicativos móveis como tema em destaque

Aplicativos

O uso de aplicativos para pedir comida, chamar táxi, alugar patinete ou fazer um curso de idioma tornou-se algo recorrente na vida dos brasileiros. Esse novo hábito, além de trazer comodidade, virou fonte de renda para muitas pessoas (A economia dos apps, 17 de abril). Mas nem tudo são flores. Questões trabalhistas, monopólio de grandes empresas e assuntos regulatórios são desafios que essa nova forma de ganhar dinheiro impõe ao poder público. O caminho para uma adequação passa por um perfeito diálogo entre sociedade civil, empresas de tecnologia e governo.


Negócios

O aumento da regulamentação é um problema para as empresas (As regras vêm aí, 17 de abril). Se tiverem de pagar ainda mais impostos, elas aumentarão os preços dos serviços que hoje são bons e baratos.  Com isso, o custo poderá se tornar inviável para o consumidor.

Renato Ziwian, Via Facebook

Acredito que o livre mercado é um mito. Quem reclama do Estado esquece que todo o avanço tecnológico, mesmo nos Estados Unidos, se deu a pretexto de interesse estatal nas áreas militar e aeroespacial, além de interesses geopolíticos.

Alexandre Sales, Via Facebook


Brasil

Eu imaginava que a economia e os mercados teriam um bom desempenho no primeiro ano de gestão do presidente Jair Bolsonaro (Apesar do presidente, 17 de abril). Essa ilusão, para mim, acabou. Na minha opinião, a gestão de Michel Temer era melhor. Agora é torcer para Bolsonaro não prejudicar mais o país.

Sérgio Martello, Via Facebook

Para mim, o presidente Jair Bolsonaro está, sim, fazendo um bom governo. Acredito que teremos o Poder Executivo mais eficiente de todos os tempos. Será a maior mudança na linha política já vista.

Majela  Fortes, Via Facebook

O desenvolvimento do país depende de um projeto que busque a geração e a melhor distribuição de renda. Temos uma massa de desempregados e um abismo social entre as classes. Reformas e projetos que não levem isso em conta só vão piorar a situação das minorias.

Camila Novembro, Via Facebook

Votei no presidente Bolsonaro com esperança de um Brasil melhor. Mas, nestes primeiros 100 dias, eu esperava mais.

Milton  Ceron, São José do Rio Preto, SP


Sustentabilidade

Não tenho dúvida de que água limpa e saneamento trazem saúde (A diferença que o saneamento faz, 17 de abril). Assim, menos gente fica doente. Se os governos soubessem como isso faz diferença, tería-mos menos gente em hospitais, menos gente doente faltando ao trabalho, menos crianças doentes faltando à escola, mais produtividade, mais dinheiro para o povo e para os municípios. Todos lucram com mais saneamento. 

Suzana Federer, Via Facebook

É sempre bom saber que nosso suado dinheiro, com o qual pagamos os impostos, está sendo bem empregado, como no caso do projeto de saneamento de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Temos de usar mais dinheiro em iniciativas desse tipo e menos para bancar fundos eleitorais e partidários, que sustentam os políticos.

Claudio Navarro, Via Facebook


CORREÇÃO

A redução de gastos com viagens e os ganhos de produtividade obtidos com o uso de realidade aumentada referem-se ao total de 50 empresas clientes da TotalPower, e não apenas à montadora Ford (A vez da realidade aumentada, 17 de abril).


Comentários sobre o conteúdo editorial de EXAME, sugestões e críticas a reportagens:
redacao.exame@abril.com.br

Fax (11) 3037-2027, Caixa Postal 11079,  CEP 05422-970, São Paulo, SP

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.