Revista Exame

MM 2023: crédito e maquinhas de pagamento impulsionam setor de serviços financeiros

O segmento cresceu 20% em 2022 em relação ao ano anterior. O Sicoob manteve a liderança, seguido de Cielo e B3

Pagamento em maquininhas: cada vez mais presente na vida dos brasileiros (Leandro Fonseca/Exame)

Pagamento em maquininhas: cada vez mais presente na vida dos brasileiros (Leandro Fonseca/Exame)

Marcus Lopes
Marcus Lopes

Jornalista colaborador

Publicado em 14 de setembro de 2023 às 06h00.

Última atualização em 14 de setembro de 2023 às 06h39.

O universo das maquininhas de pagamento está cada vez mais presente na vida dos brasileiros. Hoje, é comum um lojista possuir várias máquinas de cartões de operadoras diferentes, que utiliza conforme as vantagens para ele e para o cliente. Trata-se de uma diversidade positiva e que amplia as opções de serviços financeiros à disposição dos brasileiros, em um setor que vai dos cartões de alimentação às empresas para concessão de empréstimos e créditos financeiros. As 25 empresas de serviços financeiros que pontuaram no ranking MELHORES E MAIORES, da EXAME, tiveram receita líquida de 70 bilhões de reais no ano passado, 20,4% mais do que em 2021, quando somaram 58,1 bilhões de ­re­ais. O lucro líquido das companhias em 2022 foi de 22,5 bilhões de reais; e a margem líquida, de 32,2%.

Vantagens para clientes cooperados

As três primeiras posições do ranking setorial permaneceram inalteradas entre 2021 e 2022, com o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) à frente, com receita líquida de 18,2 bilhões de reais em 2022, ante os 13,9 bilhões de reais registrados no ano anterior. Por ser uma cooperativa, o Sicoob apresenta vantagens aos clientes cooperados, tais como taxas mais competitivas em empréstimos, tarifas de serviços menores e melhor remuneração dos investimentos.

Em seguida no ranking vieram a Cielo, que manteve o segundo lugar, e a B3, em terceiro. Destaque para a Redecard, pertencente ao Itaú, que saltou nove posições, passando do 13o lugar, no ranking anterior, para o quarto lugar nesta edição.


(Publicidade/Exame)

Acompanhe tudo sobre:MM2023servicos-financeirosCieloB3ItaúCooperativas

Mais de Revista Exame

Nove itens essenciais para equipar a sua adega

De Ferraz de Vasconcelos a Seattle

Vira-latismo

Venda de vinhos premium no Brasil escapa de crises e deve crescer

Mais na Exame