MELHORES E MAIORES 50 anos: Uma empresa nova empresa centenária e premiada

A Kenvue nasceu da Johnson & Johnson e herdou um século de tradição no Brasil

Kenvue: sete de dez casas brasileiras têm produtos da empresa (Divulgação/Divulgação)
Kenvue: sete de dez casas brasileiras têm produtos da empresa (Divulgação/Divulgação)
Raquel Brandão
Raquel Brandão

Repórter Exame IN

Publicado em 14 de setembro de 2023 às 06h00.

Última atualização em 14 de setembro de 2023 às 06h49.

Em 1933, quando a Johnson & Johnson chegou ao bairro da Mooca, em São Paulo, trazendo consigo algodão, gaze e esparadrapos, a economia do Brasil estava aquecida. Naquele ano, o terceiro do primeiro mandato de Getúlio Vargas, o PIB brasileiro cresceu impressionantes 8,9%, com o país começando a se industrializar. A operação brasileira da empresa criada nos Estados Unidos há mais de 135 anos cresceu também em ritmo acelerado.

Quarenta e um anos depois, em 1974, a J&J era eleita a empresa do setor farmacêutico da primeira edição do prêmio MELHORES E MAIORES, da EXAME. Hoje, totaliza nove premiações e opera com outro nome: Kenvue. Atualmente, sete de dez casas brasileiras têm produtos da empresa. Já a premiação da EXAME a companhia levou, além de em 1974, nos anos 1975, 1976, 1977, 1978, 1986, 1987, 1989 e 1990.

A Kenvue chegou à Nyse, a Bolsa de Valores de Nova York, em maio deste ano, como velha conhecida tanto de investidores quanto de consumidores. A listagem veio depois da decisão da Johnson & Johnson de separar a operação de seu braço de consumo e, com a cisão, criar a nova empresa. “A Kenvue já nasce com marcas icônicas e centenárias. Nosso propósito se faz presente todos os dias ao tornarmos realidade o poder extraordinário do cuidado diário”, conta Heloisa Glad, à frente da operação da Kenvue no Brasil. A expectativa da executiva é de que os negócios da Kenvue no Brasil cresçam o dobro das outras unidades globais, fazendo do país “o motor de crescimento” do grupo. Globalmente, a empresa faturou 15 bilhões de dólares em 2022.

“Sempre priorizamos o embasamento clínico e o endosso de profissionais de saúde como ferramentas para atendermos às necessidades de nossos consumidores”, diz Daniella Brissac, vice-presidente de marketing no Brasil e diretora de consumer experience para a América Latina. “Temos uma paixão por inovação, e a ciência nos guia nessa jornada para encontrar as melhores soluções e os melhores produtos”, diz.

Uma das prioridades de curto prazo da Kenvue no Brasil é aumentar os pontos de venda e romper barreiras geográficas que ainda se impõem, mesmo com décadas de atuação no país. Outro plano é acelerar inovações, colocando produtos novos no mercado em até seis meses. “Queremos que as inovações contribuam para 40% de nosso crescimento”, diz Glad. 

Acompanhe tudo sobre:MM2023

Mais de Revista Exame

Mais na Exame