Vida Veg, de comida plant-based, leva aporte de R$ 18 mi da gestora X8

Empresa de Minas Gerais vai usar o aporte para ampliar o portfólio de 30 derivados de leite e carne a base de plantas e quer ampliar o faturamento dez vezes até 2023
Álvaro Gazolla e Anderson Ricardo Rodrigues, sócios da Vida Veg: expectativa de multiplicar o faturamento por dez em dois anos (Divulgação/Divulgação)
Álvaro Gazolla e Anderson Ricardo Rodrigues, sócios da Vida Veg: expectativa de multiplicar o faturamento por dez em dois anos (Divulgação/Divulgação)
Por Leo BrancoPublicado em 18/08/2021 06:06 | Última atualização em 18/08/2021 17:45Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A gestora de investimentos em venture capital X8, dedicada a negócios ESG, aportou 18 milhões de reais na Vida Veg, startup mineira dedicada a alimentos feitos à base de plantas, os chamados plant-based.

Fundada em 2015, em Lavras, a Vida Veg é uma das principais fabricantes brasileiras de comida vegana. São 30 produtos no portfólio, entre leites e carnes feitas a base de ingredientes como leite de coco, amendoas e castanha de caju.

Por trás do negócio está o administrador mineiro Anderson Ricardo Rodrigues, um entusiasta da proteção da natureza desde os tempos de faculdade. O trabalho final de mestrado de Rodrigues na Universidade Federal de Lavras foi sobre o comportamento do consumidor vegetariano e vegano. "Percebi uma falta de bons produtos para esse público", diz.

Num mercado cada vez mais populado por unicórnios como a chilena NotCo, e por grandes empresas como BRF e JBS, ambas com produtos recentes plant-based, a Vida Veg destaca por tentar conciliar uma produção saudável (por ali, corantes e outros químicos para realçar sabor estão vetados) e, ao mesmo tempo, manter a promessa de um alimento com gosto e textura de comida não-plant-based. "Tem fabricante com produtos gostosos, mas que não são saudáveis. Tem também o contrário. Estamos no meio dos dois", diz Rodrigues.

O investimento de 18 milhões de reais será direcionado para pesquisa e desenvolvimento - visando inovação com produtos disruptivos a base de plantas -, tecnologia e ampliação da capacidade produtiva e aumento da força de vendas para expandir os pontos de comercialização e a acessibilidade dos produtos.

A meta da Vida Veg é ampliar o faturamento em dez vezes até 2023 e, em paralelo, ampliar o rol de produtos a base de plantas.

“Encontramos aqui um time unido, com visão clara do negócio e muita sinergia. Estão antenados nas tendências do mercado e atuam com transparência, reunindo saúde, cuidado, preservação e felicidade”, diz Eduardo Grytz, sócio-fundador da X8 Investimentos.

A X8 Investimentos é uma gestora de fundos de growth capital que impulsiona empresas de alto crescimento/impacto a melhorar as condições sociais, ambientais e econômicas brasileiras. O foco da X8 Investimentos é aportar recursos em negócios com receita anual entre 20 milhões de reais e 150 milhões de reais dispostas a oferecer produtos e serviços sustentáveis e conscientes.

“Buscamos empreendedores que tenham paixão e saibam o que estão fazendo - uma das primeiras coisas que identificamos. Nosso foco está em empresas middle market que apresentam rápido crescimento, com taxas acima de 40% ao ano, e que não apenas precisam do nosso investimento, como também das nossas competências", diz Carlos Miranda, CEO da X8.

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME.