• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Startup cria sistema de gerenciamento de vendas online

O AIRCrm foi selecionado para participar do processo de aceleração da Wayra, do Grupo Telefônica
 (Divulgação/AIRCrm)
(Divulgação/AIRCrm)
Por Camila LamPublicado em 08/06/2013 08:00 | Última atualização em 18/10/2016 10:27Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo – A startup AIRCrm oferece uma plataforma online para gerenciar negócios. Por meio do sistema, sem necessidade de instalação de softwares, pequenas e médias empresas podem organizar suas vendas, cadastrar contatos e avaliar o tempo médio de fechamento das vendas.

A empresa foi fundada em outubro do ano passado pelos empreendedores Roberto Saretta, Luan Cardoso e Marcelo Ferrari. Saretta, CEO da startup, é empreendedor serial e é sócio da 2Call e Rsale. Ele teve a ideia de criar o negócio após uma necessidade interna para gerenciar as vendas do negócio. 

O usuário pode optar por quatro planos de mensalidade, que custam a partir de 19,90 reais. É possível se cadastrar e usar a plataforma por 30 dias gratuitamente. Em abril, a startup foi selecionada para o processo de aceleração da Wayra, do Grupo Telefônica.