Seletti entra no setor de franquias

A rede de culinária saudável pretende abrir cinco unidades até o fim do ano
Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Piracicaba e Uberlândia devem receber franquias da rede (.)
Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Piracicaba e Uberlândia devem receber franquias da rede (.)
P
Priscila ZuiniPublicado em 10/10/2010 às 03:34.

São Paulo - A Seletti, rede de restaurantes fast-food com opções saudáveis, acaba de entrar no setor de franquias. Segundo o proprietário da rede, Luis Felipe Campos, a idéia é ficar com um terço de lojas próprias e o resto na mão dos franqueados.

A decisão de expandir pelo sistema de franquias foi pensada para fortalecer a marca no mercado. "Fizemos isso para ter escala e musculatura para expandir para o interior de São Paulo e outros estados. Isso também facilita a expansão da marca, cria força com os shoppings e com os fornecedores, o que torna a marca mais conhecida para o público", explica Campos.

A rede pretende abrir ainda neste ano cinco franquias, nas cidades de Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Piracicaba e Uberlândia. "Queremos fechar 2010 com um total de 20 lojas, entre próprias e franqueadas. Em 2011, vamos chegar a 30 lojas, expandindo para outra praças, como Brasília e Salvador", conta o proprietário.

No ano passado a rede registrou um faturamento de 4,5 milhões de reais. Para 2010, a previsão é dobrar este valor. O investimento mínimo para abrir uma franquia da Seletti é de 365 mil reais.

Leia mais:

Franquias de baixo custo atraem investidores

7 dicas para escolher uma franquia

Acordo pode facilitar globalização de franquias