Acompanhe:

Por que investir mais nos clientes atuais do que em novos

Fidelização pode trazer resultados melhores do que aquisição

Modo escuro

Continua após a publicidade
Vendas (Dreamstime.com)

Vendas (Dreamstime.com)

E
Editado por Priscila Zuini

Publicado em 18 de janeiro de 2013 às, 09h24.

Por que investir mais nos clientes atuais do que em novos

Respondido por Millor Machado, sócio-fundador da rede social Empreendemia

Praticamente qualquer livro sobre marketing dirá que conseguir um novo cliente é 4, 5 ou 10 vezes mais difícil do que manter um cliente atual. Apesar desse número sempre mudar, o conceito por trás dessa ideia é extremamente válido.

O principal motivo para isso acontecer é o fato de que o cliente atual já absorveu a “carga de convencimento” necessário para comprar da sua pequena empresa. Por outro lado, o cliente novo precisa passar por todo um processo de reconhecer a demanda, conhecer a sua marca, aceitar que você é a melhor opção para satisfazer a demanda e se convencer que o produto/serviço entregue possui um valor maior do que o preço cobrado.

Além da venda para o cliente atual ser mais fácil, uma coisa muito bacana é a possibilidade de ele te indicar para outros clientes. Outra característica interessante da fidelização é que, ao monitorá-la, você consegue uma noção sobre a qualidade do seu serviço muito maior do que qualquer pesquisa de opinião. Se as pessoas estão voltando, é sinal de que o serviço foi bom. Se não, algo precisa ser reavaliado.

Uma forma bem simples e barata de reter cliente é coletar os e-mails de seus clientes e oferecer ofertas especiais para quem faz parte dessa lista.

O ideal é investir tanto na frente de aquisição quanto na de retenção, porém, se tiver que escolher, não tenha dúvidas e faça o maior esforço possível para fidelizar o seu cliente.

Últimas Notícias

Ver mais
Por que a Geração Z está buscando empreender em franquias?
seloNegócios

Por que a Geração Z está buscando empreender em franquias?

Há 12 horas

'Colheita de dados': startups latino-americanas transformam o agronegócio
Tecnologia

'Colheita de dados': startups latino-americanas transformam o agronegócio

Há um dia

A substituta: o que faz a Deco.cx, a startup carioca vencedora do Web Summit Rio 2024
seloNegócios

A substituta: o que faz a Deco.cx, a startup carioca vencedora do Web Summit Rio 2024

Há 3 dias

“Startups brasileiras sem ambição de serem globais, não têm chance de fazer IPO”, diz Domo.VC
seloNegócios

“Startups brasileiras sem ambição de serem globais, não têm chance de fazer IPO”, diz Domo.VC

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais