Número de empresas de tecnologia cresce no Brasil — elas faturam R$ 426 bi

Pesquisa da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) lançada hoje, 15, mostra aumento no número de negócios tecnológicos e o cenário para empreendedores do setor
Tecnologia e empreendedorismo: estudo da ACATE mostra cenário brasileiro (Ronnie Kaufman/Getty Images)
Tecnologia e empreendedorismo: estudo da ACATE mostra cenário brasileiro (Ronnie Kaufman/Getty Images)
M
Maria Clara Dias

Publicado em 15/12/2021 às 06:00.

Última atualização em 15/12/2021 às 10:13.

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia

O número de empresas de tecnologia disparou nos últimos anos e em 2020 houve um recorde de abertura e faturamento de negócios do setor, segundo dados de uma pesquisa da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) em parceria com a Neoway. O Tech Report, estudo das duas empresas, mostra que o faturamento das empresas de tecnologia em 2020 foi de 426,9 bilhões de reais, o que equivale a 5,6% do PIB nacional.

No total, foram 85.000 empresas de tecnologia fundadas no último ano, um salto de 55% frente a 2018 e de 25,1% frente ao resultado de 2019. Agora, o país tem cerca de 422.000 negócios tecnológicos, segundo a pesquisa. A metodologia do relatório considera companhias de hardware (indústrias de transformação), software e serviços (informação e comunicação, atividades profissionais, científicas e técnicas e outras atividades de serviços).

Onde estão os empreendedores de tecnologia do Brasil

 

Dos 426,9 bilhões de reais faturados por essas empresas em 2020, quase metade (48,4%) estão concentrados em São Paulo, estado que movimentou 206 bilhões de reais. Em seguida estão o Rio de Janeiro, com 10%, Minas Gerais, com 6,3% e Rio Grande do Sul, com 5,4% do faturamento. O montante movimentado por essas companhias é também 5,4% superior ao desempenho em 2019.

"Com a transformação digital acelerada, tivemos aumento do faturamento, abertura de empresas e colaboradores. Isso é resultado de um empreendedorismo inovador, articulações e parcerias entre entidades, empresas, Academia e Governo”, disse, em nota, Iomani Engelmann, presidente da ACATE.

Empreender no mercado de tecnologia também parece ser uma atividade concentrada no estado de São Pualo. O relatório da ACATE mostra que dos 542.000 empreendedores do setor, 197.000 estão no estado. Rio de Janeiro e Minas Gerais também lideram o rankimng de estados com o maior número de empreendedores de tecnoloigia, com 50.000 e 39.000 empreendedores, respectivamente.

Santa Catarina é destaque entre os estados

Apesar de não estar entre os três estados com o maior contingente empreendedor do país, Santa Catarina teve o melhor desempenho quando o assunto é abertura de novos negócios de tecnologias. Entre 2015 e 2020 , o número de empresas do setor aumentou 63,2%, mais do que o dobro da média nacional, de 26,1%. Entre as capitais, Florianópolis tem a maior densidade de empresas de tecnologia por mil habitantes, seguida de São Paulo e Curitiba.

Fique por dentro das principais tendências do empreendedorismo brasileiro. Assine a EXAME.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.