Acompanhe:

Naspers faz aporte na mineira OmniLogic

Empresa de otimização de resultados de negócios online investirá para tornar tecnologia escalável

Modo escuro

Continua após a publicidade
Koos Bekker, CEO da Naspers: investimentos na América Latina (Getty Images)

Koos Bekker, CEO da Naspers: investimentos na América Latina (Getty Images)

D
Daniela Moreira

Publicado em 20 de julho de 2011 às, 19h34.

São Paulo – O grupo de mídia sul-africano Naspers fez um aporte na empresa mineira de tecnologia OmniLogic. O valor da transação não foi divulgado.

A tecnologia desenvolvida pela empresa permite capturar, tratar e processar grandes volumes de dados e, a partir deles, otimizar métricas de negócios online, como custo por aquisição de cliente (CPC, na sigla em inglês) e vendas.

Os recursos captados serão investidos principalmente em aprimoramento da plataforma para que ela se torne mais escalável. “Já validamos a plataforma tecnologicamente, mas agora estamos nos preparando para escalar comercialmente”, diz Sinval do Nascimento, fundador e CEO da OmniLogic.

O projeto que deu origem à empresa nasceu em 2006, quando Nascimento, formado em Engenharia pela UFMG, decidiu participar de um concurso da locadora online Netflix que oferecia um prêmio de US$ 1 milhão para quem desenvolvesse uma tecnologia que permitisse prever com mais precisão as chances de um cliente gostar de um filme.

“A competição foi vencida por um consórcio de grandes empresas, mas, com um protótipo funcional, decidimos ir atrás de dinheiro para viabilizar a ideia comercialmente”, lembra o empreendedor.

Em 2009, a empresa captou recursos junto a programas de subvenção do governo, incluindo editais da Finep, da Fapemig e do CNPq. “Ao todo, captamos cerca de R$ 400 mil”, conta Nascimento.

Além do aporte em dinheiro, a Nasper deve contribuir para o desenvolvimento da OmniLogic aproximando-a de outras empresas do grupo que podem ajudar a alavancar a tecnologia, como o comparador de preços BuscaPé.

O CEO do grupo Naspers, Koos Bekker, afirmou recentemente em entrevista à Reuters que os investimentos do grupo se concentrarão principalmente em mercados emergentes, como Índia e América Latina. O grupo gastou US$ 721,6 milhões no ano passado com aquisições.

Últimas Notícias

Ver mais
Inovação com disciplina: a fórmula ‘ambidestra’ por trás do crescimento do iFood
Exame IN

Inovação com disciplina: a fórmula ‘ambidestra’ por trás do crescimento do iFood

Há um dia

Em sexta edição, Brazil at Silicon Valley quer aprofundar discussões sobre a adoção da IA generativa
seloNegócios

Em sexta edição, Brazil at Silicon Valley quer aprofundar discussões sobre a adoção da IA generativa

Há um dia

Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas
Exame IN

Em Harvard, Lemann fala sobre seu ‘não sucesso’ na Americanas

Há 2 dias

Após quebrar a família toda, ele foi para a Bielorrússia e faz R$ 26 milhões com WhatsApp
seloNegócios

Após quebrar a família toda, ele foi para a Bielorrússia e faz R$ 26 milhões com WhatsApp

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais