"50 startups": este negócio conquistou 6 mil clientes na pandemia ao ajudá-los no trabalho em escritórios

A startup AppWhere, de São Paulo, desenvolvedora de um aplicativo para gestão de escritórios, já atende grandes clientes como o laboratório Dasa e a fornecedora de energia Energisa
 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Leo Branco
Leo Branco

Publicado em 15/02/2021 às 12:56.

Última atualização em 17/02/2021 às 06:19.

Com empresas reduzindo o tamanho dos escritórios em diversas partes do mundo, e cada vez mais contratando bons profissionais em home office definitivo, fica a pergunta: como organizar o escritório para acomodar todo o pessoal que vai precisar de vez em quando resolver alguma coisa olho a olho com os colegas?

Foi essa demanda, praticamente inexistente antes da pandemia, a responsável por colocar de pé a startup AppWhere, de São Paulo, desenvolvedora de um aplicativo para gestão de escritórios. “Entre as funções estão reservas de mesas, salas de reunião, estacionamentos e áreas comuns, como elevadores inteligentes”, diz o sócio Leonardo Massarelli.

Em pouco mais de um ano de operação, o negócio já conquistou 6.000 clientes, alguns deles de grande porte como o laboratório Dasa e a fornecedora de energia Energisa. No fim do ano, a AppWhere recebeu aporte de 750.000 reais do fundo carioca Bee.Cap, de venture capital.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.