Gympass fecha parceria com fintech para dar crédito a academias parceiras

Em uma pré-análise, a fintech BPM Money Plus aprovou 6.000 parceiros do Gympass. A linha utilizado é Peac Maquininhas, do BNDES

O acesso a crédito foi um dos pontos mais desafiadores para as pequenas empresas brasileiras durante 2020. Para facilitar o processo para as academias parceiras, a startup de benefícios corporativos Gympass fechou uma parceria com a fintech BMP Money Plus para disponibilizar empréstimos.

Academias, estúdios e personal trainers que sejam microempreendedores individuais (MEIs) ou micro e pequenas empresas (com faturamento de até 4,8 milhões de reais) poderão solicitar crédito de até 50.000 reais à BMP. Há 36 meses para pagar, com seis meses de carência, e taxa de juros de 0,49% ao mês.

A linha utilizada pela fintech é a do programa emergencial de acesso a crédito, conhecido como Peac Maquininhas, operado pelo BNDES. No total, são 10 bilhões de reais disponíveis para pequenas empresas até o dia 31 de dezembro de 2020.

Para conseguir o crédito, os empreendedores precisam colocar os recebíveis das vendas de cartão de crédito e débito como garantia. Depois do período de carência, as parcelas mensais serão descontadas automaticamente dos recebíveis até o limite de 8%.

Em uma pré-análise, 6.000 parceiros do Gympass tiveram o crédito aprovado. “Esse suporte é essencial para manter os negócios e os empregos em um setor extremamente relevante para a economia do país e para a saúde e bem-estar de todos”, afirmou Samir Zetun, vice-presidente de academias do Gympass. 

As academias foram um dos setores mais afetados pela pandemia. O faturamento dos micro e pequenos negócios que atuam nesse segmento caiu 87% em abril, em média. Ao longo dos meses, houve uma melhora, mas o nível ainda está abaixo do pré-pandemia. Segundo uma pesquisa do Sebrae com a FGV, em outubro ainda havia uma queda de 49% na receita semanal média das academias e estúdios. 

Mesmo com linhas específicas criadas pelo governo, como o Peac e o Pronampe, o acesso a crédito não foi fácil para os pequenos negócios. De acordo com dados do Sebrae, 50% das micro e pequenas empresas solicitaram crédito durante a pandemia, mas apenas 31% das que pediram conseguiram a liberação do dinheiro. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.