PME

Farmais começa busca por novos franqueados

Até agora, a empresa estava convertendo farmácias já existentes; novos franqueados não precisam ter experiência na área

Loja da Farmais em São Paulo (Germano Lüders/EXAME.com)

Loja da Farmais em São Paulo (Germano Lüders/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de junho de 2012 às 06h00.

São Paulo – A rede de drogarias Farmais está entrando em um novo momento de expansão com franquias. Criada em 1994, a rede até então priorizada a conversão de farmácias para a sua marca. Agora a franqueadora busca franqueados independentes que queiram começar o negócio do zero.

Segundo Renato Lobo, diretor geral da rede, o início se deu praticamente só com a conversão de farmácias já existentes. “Quase 90% das nossas farmácias são fruto de conversão”, explica. A marca não divulga metas e expectativas.

Hoje, a Farmais tem 358 unidades em sete estados do país. Para Lobo, o franqueado ideal da Farmais precisa ser empreendedor e ter tempo para se dedicar à operação do negócio. “A gente acha que é importante ter o dono com a barriga no balcão”, brinca.

O conhecimento específico do segmento não é obrigatório. “Toda farmácia tem que ter um farmacêutico responsável. O franqueado precisa entender da parte de gestão”, diz Lobo.

Para quem está interessado no negócio, a empresa exige uma área mínima de 80 metros quadrados para instalar a franquia. O investimento inicial, incluindo taxa de franquia, de royalties e de propaganda, é de 255 mil reais. A lucratividade do franqueado fica entre 5% e 8%. O prazo de retorno do capital é de 36 meses.

Acompanhe tudo sobre:ComércioDrogarias FarmaisEmpreendedoresEmpresasFranquiasVarejo

Mais de PME

Mais na Exame