Acompanhe:

8 dicas para os empreendedores manterem o eixo

Fazer reuniões em pé e demitir clientes problemáticos são duas delas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Segui minha intuição. Pulei o muro dos fundos da fábrica e flagrei os funcionários dormindo (Michael Lorenzo/stck.xchng)

Segui minha intuição. Pulei o muro dos fundos da fábrica e flagrei os funcionários dormindo (Michael Lorenzo/stck.xchng)

S
Sidney Santos

Publicado em 2 de maio de 2011 às, 08h18.

Grandes lições podem ser encontradas nos livros. Uma inspiração pode surgir ao assistir a uma palestra ou a um filme. Mas, para um empreendedor, os conceitos mais importantes são forjados na própria vida. São aquelas ideias e valores que você carrega simplesmente por convicção. Eis aqui alguns princípios e práticas que passei a adotar — e que recomendo.

1 - Não seja mais rico que a empresa 

Nunca tive um mentor ou em quem me espelhar. Então tentei aprender um pouco com cada pessoa com que negociei ou convivi. Certa vez, ao visitar uma grande fábrica, percebi que o bem mais valioso ali dentro era o carro do dono. Não me pareceu um bom sinal. Daquele dia em diante, coloquei na cabeça que eu jamais seria mais rico do que a minha empresa. 

2 - Faça reuniões em pé 

Antigamente, eu perdia horas em reuniões longuíssimas. Não sabia como resolver o problema. Li numa revista sobre um executivo que tirou as cadeiras da sala para obrigar o pessoal a ser mais objetivo. Coloquei a ideia imediatamente em prática na mi­nha empresa. Hoje, as nossas reuniões não passam de 10 minutos, mesmo quando estamos sentados.

3 - Demita clientes problemáticos 

Há algum tempo li que o publicitário Washington Olivetto havia dispensado um cliente que lhe dava muito trabalho e pouco retorno. Achei fantástico. Passei a demitir todo cliente que não dá lucro ou não acrescenta nenhuma perspectiva ao negócio. 

4 - Siga sua intuição 

Uma vez desconfiei que a produtividade estava baixa porque os funcionários (eram nove) faziam corpo mole. À tarde, disse que iria visitar um cliente distante. Dei a volta no quarteirão, pulei o muro dos fundos da fábrica e flagrei o pessoal dormindo. Foram todos para o olho da rua.


5 - Não tenha medo de ficar só 

Sempre dá para recomeçar a empresa do zero, sem funcionário nenhum. Aliás, é mais fácil do zero do que com três ou quatro pessoas ruins, que só atrapalham. É por isso que não busco um substituto para poder demitir quem não presta. Demito primeiro e depois procuro um funcionário novo.  

6 - Não dê más notícias às sextas 

Uma vez, perdi um contrato importante numa sexta-feira. Estragou meu fim de semana. Por que não me falaram na segunda? Determinei, então, que, na minha empresa, ninguém recebe notícias tristes às sextas. Notícias boas, como uma promoção, aí, sim, devem ser adiadas para sexta. O funcionário tem direito a passar um fim de semana feliz com a família.

7 - Atenda o telefone 

Sempre fiz minhas ligações telefônicas e também atendo o telefone da empresa. Acho um absurdo os empreendedores que, assim que a empresa cresce um pouquinho, contratam logo uma secretária particular para cuidar do telefone. Eles acham que o tempo deles é mais caro que o seu?

8 - Não pare de sonhar 

Houve um tempo em que meu grande objetivo era comprar uma moto para arranjar namoradas. Depois, quis ter um carro para não tomar chuva. Já sonhei até em ter um fax, no tempo em que esse equipamento era uma grande novidade. Depois de visitar uma feira fora do Brasil, passei a sonhar em ter uma filial nos Estados Unidos. Consegui tudo isso. Continue sempre querendo, buscando — e, claro, agindo para realizar o sonho. Não seja nem um eterno insatisfeito com tudo nem um eterno feliz. Adote o que diz aquela músi­ca de Renato Russo: te­nha um con­ten­ta­men­to descontente.

Últimas Notícias

Ver mais
Empreendedor Individual deve enviar declaração até dia 30 de junho; veja como fazer
seloPME

Empreendedor Individual deve enviar declaração até dia 30 de junho; veja como fazer

Há um ano

Além das salas de aula: 4 maneiras de aprender mais sobre empreendedorismo
seloPME

Além das salas de aula: 4 maneiras de aprender mais sobre empreendedorismo

Há um ano

Bolsonaro sanciona Pronampe; estimativa de crédito para MPEs é de R$ 50 bi
seloPME

Bolsonaro sanciona Pronampe; estimativa de crédito para MPEs é de R$ 50 bi

Há um ano

3 cases de inovação aberta - o que podemos aprender com eles?
seloPME

3 cases de inovação aberta - o que podemos aprender com eles?

Há um ano

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais