Acompanhe:

Empreendedorismo digital: 4 pontos de atenção para quem quer começar

Baixo custo para começar e maior potencial de alcance do público-alvo são algumas das vantagens de empreender na internet. Veja como começar

Modo escuro

Continua após a publicidade
Cerca de 87,5% das empresas do país aceleraram seus projetos de transformação digital em 2020 (BartekSzewczyk/Thinkstock/Thinkstock)

Cerca de 87,5% das empresas do país aceleraram seus projetos de transformação digital em 2020 (BartekSzewczyk/Thinkstock/Thinkstock)

I
Isabel Rocha

Publicado em 28 de setembro de 2021 às, 10h52.

Última atualização em 18 de novembro de 2021 às, 12h49.

Se ainda restava alguma dúvida, a pandemia provou que a inovação é mesmo essencial para o sucesso dos negócios. Com as medidas de distanciamento social e restrições de circulação, a demanda por serviços digitais cresceu exponencialmente desde o ano passado. E forçou negócios dos mais variados setores a acelerarem seus processos de transformação digital em tempo recorde.

Para se ter uma ideia, cerca 87,5% das empresas do país realizaram alguma iniciativa relacionada à transformação digital em 2020. Na média mundial, esse número ficou em 80%. Os dados são do estudo Índice de Transformação Digital Dell Technologies 2020 (DT Index 2020).

Nesse cenário, o empreendedorismo digital também ganhou espaço no país. Uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV mostra que, se antes da crise menos da metade (47%) das PMEs vendiam por meio das redes sociais, hoje esse número já representa 59% do total.

Conheça o BTG+business, conta PJ sem taxas, 100% digital e pensada para o pequeno e médio empreendedor

Mas, afinal, o que é empreendedorismo digital e quais as vantagens desse modelo de negócios? É o que te explicamos a seguir.

O que é um empreendedor digital

Estamos falando de pessoas que utilizam meios virtuais para comercializar seus produtos e serviços e que não precisam, necessariamente, de um espaço físico para tocar a operação.

Mas isso não significa que apenas aqueles que criam uma empresa do zero no ambiente digital são considerados empreendedores digitais. Pessoas que já têm um negócio físico consolidado, mas que decidem adaptá-lo para o ambiente virtual por meio do desenvolvimento ou utilização de novas tecnologias (caso das lojas que passam a vender via e-commerce, por exemplo) também podem ser consideradas empreendedoras digitais.

Leia também: Empreendedorismo no Brasil dispara; é hora de abrir o próprio negócio?

Quais as vantagens do empreendedorismo digital

 

A diminuição de distâncias, a aceleração da comunicação e a otimização de processos são alguns exemplos de como a tecnologia e a digitalização podem impactar positivamente um negócio.

Quando olhamos para as marcas que já nascem no ambiente digital e vendem diretamente para o consumidor final – as chamadas Digitally Native Vertical Brands (DNVBs) – fica ainda mais fácil enxergar as vantagens relacionadas a esse processo de digitalização.

Investimento inicial menor; mais facilidade para se comunicar com a audiência; melhores dados para entender a audiência e o amplo alcance possibilitado pela internet são alguns pontos que caracterizam o modelo de negócios das DNVBs.

Como começar?

 

De maneira geral, as etapas para abrir uma empresa na internet são parecidas com aquelas indicadas para quem empreende no mundo físico – passando pela estruturação do plano de negócios até o investimento em marketing e publicidade.

A diferença é que, sem a necessidade de obtenção de alvará de funcionamento, pagamento de aluguel e contratação de funcionários; os empreendimentos digitais costumam envolver menos burocracia.

Ainda assim, ter ideias inovadoras para começar uma empresa não é tarefa fácil – e, mesmo no ambiente digital, o empreendedor precisará enfrentar inúmeros desafios se quiser atingir o sucesso.

No site do Sebrae, é possível encontrar uma lista com os principais pontos que os empreendedores devem levar em consideração antes começar a empreender na internet. São eles:

  • A escolha do nicho de mercado;
  • A definição do modelo de negócio;
  • A análise da concorrência;
  • O investimento em marketing digital;

Jornada do Zero ao Negócio

Se você ainda tem dúvidas sobre como colocar esses passos em prática ou quer aprender sobre outras etapas importantes do processo de abertura de uma empresa, não pode deixar de participar do Jornada do Zero ao Negócio.  Trata-se do primeiro curso sobre empreendedorismo ministrado pela empresária e jurada do Shark Tank Brasil,  Carol Paiffer.

Durante o treinamento, que terá carga horária total de 4 horas, Carol vai compartilhar tudo o que aprendeu ao longo de seus 16 anos como empreendedora de forma leve, simples e objetiva. A ideia é que todo empreendedor consiga colocar os conhecimentos adquiridos durante as aulas em prática rapidamente.

“As pessoas terão a oportunidade de aprender literalmente do zero. Serão conhecimentos técnicos bem importantes, como olhar para as finanças, pro marketing, saber estruturar um plano de negócios e até sobre como buscar investimento. Além disso, será um ótimo ambiente para networking com outros empreendedores. Também teremos muitas novidades que servem pra quem já empreende mas quer melhorar ainda mais a sua jornada”, diz.

Se você tem em dúvidas em relação ao quanto este curso pode realmente te ajudar, saiba que ele é indicado para quem: 
  • Tem uma ótima ideia de negócio, mas não sabe por onde começar a colocá-la em prática;
  • Já tem um negócio, mas sente que ainda tem dúvidas sobre como transformá-lo em um empreendimento de sucesso;
  • Sonha em começar um negócio — seja ele qual for — mas sente medo;
  • Já teve um negócio que, por algum motivo, não foi para frente.

Últimas Notícias

Ver mais
Eles criaram um app para estimular o "chamego" entre as pessoas negras. E devem faturar R$ 2 mi
seloNegócios

Eles criaram um app para estimular o "chamego" entre as pessoas negras. E devem faturar R$ 2 mi

Há 2 dias

Edson Vismona: devedoras contumazes e a evasão fiscal como negócio
Um conteúdo Bússola

Edson Vismona: devedoras contumazes e a evasão fiscal como negócio

Há 3 dias

EXAME se consolida como maior site de negócios do Brasil
seloNegócios

EXAME se consolida como maior site de negócios do Brasil

Há 4 dias

Conheça o designer do MT que empreendeu com R$ 7 mil, ganhou o mundo e vendeu bolsa até para a Oprah
seloNegócios

Conheça o designer do MT que empreendeu com R$ 7 mil, ganhou o mundo e vendeu bolsa até para a Oprah

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais