PME

Elo7 recebe investimentos de Monashees e Accel

Plataforma de venda de artesanato online recebe investimento para melhorar e promover a ferramenta e reforçar sua equipe

Elo7 é vitrine para 50 mil artesãos exporem produtos como este (Divulgação)

Elo7 é vitrine para 50 mil artesãos exporem produtos como este (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de outubro de 2011 às 14h23.

Última atualização em 4 de abril de 2017 às 10h12.

São Paulo – A plataforma de compra e venda de artesanato Elo7 recebeu um aporte conjunto dos fundos especialistas em internet Monashees Capital e Accel Partners, investidores de empresas como Facebook, Peixe Urbano e Groupon.

Segundo comunicado no site da startup, os recursos serão investidos na divulgação do site,  na melhoria da plataforma e na contratação de pessoas.

Com mais de 50 mil artesãos cadastrados oferecendo 1,2 milhão de produtos, o site registra 40 milhões de pageviews e mais de 5 milhões de visitas por mês.

O Elo7 foi criado em 2008 pelos empreendedores Juliano e Mônica Ipolito, com a proposta de oferecer um canal fácil e segura para viabilizar transações entre compradores e vendedores de artesanato.

A receita da empresa vem da cobrança de uma anuidade de quem quer criar uma loja na plataforma, além de pacotes diferenciados para quem quer dar destaque a seus produtos dentro do site.

Acompanhe tudo sobre:Elo7EmpreendedoresInvestimentos de empresasStartups

Mais de PME

Mais na Exame