A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Brasileira Cargo X capta US$ 80 milhões em rodada de investimentos

Fundada em 2013, conecta 20 mil empresas de transporte e 400 mil caminhoneiros com cargas; novos recursos serão usados para aperfeiçoar tecnologia

A Cargo X, startup que desenvolveu um aplicativo para conectar caminhões e transportadoras às cargas disponíveis, recebeu um aporte de 80 milhões de dólares de um grupo de investidores liderados por LGT Lightstone Latin America, Goldman Sachs Growth Equity, Valor Capital e Farallon Capital, segundo o presidente da companhia, Federico Vega.

A LGT Lighstone é controlada pelo banco privado LGT, da Liechtenstein Royal Family, e faz seu primeiro aporte na empresa brasileira. Mas desta nova rodada, a quinta da companhia, participam também atuais sócios, como Goldman Sachs Growth Equity, Valor Capital e Farallon Capital.

Vega criou a companhia em 2013 e recebeu os primeiros aportes no ano seguinte. Desde então, já captou 96 milhões de dólares. Ele pretende usar os novos recursos no aperfeiçoamento da tecnologia que conecta transporte à carga.

Atualmente, a startup, que conta com cerca de 400 colaboradores, conecta aproximadamente 20.000 empresas de transportes e 400.000 caminhoneiros com cargas. Em 2020, a startup pretende dobrar o número de parceiros transportadores na sua rede, segundo Vega.

De acordo com o executivo, a crise de saúde criada pela pandemia do novo coronavírus tem acelerado a necessidade de digitalização dos transportadores para diminuir o contato humano e reduzir custos com a eliminação de viagens de retorno vazias e tempos de espera. Além de ajudar os transportadores, o novo investimento será focado em continuar desenvolvendo tecnologias de ponta que permitam operar 100% online e que pavimentam o futuro do transporte rodoviário de cargas, disse Vega.

A ideia do marketplace criado pela Cargo X é reduzir a capacidade ociosa nas frotas de caminhões, aumentar a renda dos motoristas e diminuir os custos de fretes para os embarcadores e transportadores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também