Acompanhe:
seloNegócios

Nespresso manda pó de café usado para hortas e profissionaliza produtores

Nespresso investe no recolhimento das cápsulas do consumidor, destinação do pó de café e profissionalização dos produtores de orgânicos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Hortas em São Paulo recebem pó de café para adubação (Newton Santos/ Oficio da Imagem/Reprodução)

Hortas em São Paulo recebem pó de café para adubação (Newton Santos/ Oficio da Imagem/Reprodução)

M
Marina Filippe

Publicado em 8 de outubro de 2020 às, 14h42.

Última atualização em 9 de outubro de 2020 às, 21h13.

A marca de cafés Nespresso acaba de anunciar o projeto Hortas, para fornecimento de pó de café, decorrente da reciclagem, como alternativa de adubo para o cultivo de alimentos orgânicos, de forma regenerativa, pela Cooperapas — Cooperativa Agroecológica de Produtores Rurais e de Água Limpa da Região Sul de São Paulo, localizada em Parelheiros.

"A separação do pó de café e do alumínio das cápsulas sempre aconteceu. O alumínio é um material que, no Brasil, facilmente se torna outros produtos como esquadrias metálicas. Agora, o pó de café passa a virar adubo de alimentos orgânicos", diz Claudia Leite, diretora de criação de valor compartilhado, comunicação corporativa e cafés da Nespresso no Brasil.

A ideia que começou a ser formulada em 2018 passou por fase de testes com dois produtores neste ano. A intenção agora é chegar a dez produtores ainda em 2020, e 40 futuramente. A estimativa é de que nos próximos meses 10.000 pessoas recebam esses alimentos via doações do Banco de Alimentos da prefeitura de São Paulo.

"Acreditamos que o compromisso sustentável é pensar além do meio ambiente. Com o Nespresso Hortas será possível gerar impacto social nas comunidades produtoras e estimular a regeneração do solo agrícola para plantio de alimentos por meio da economia circular. Até por isso destinamos o insumo para uma região perto do nosso centro de reciclagem em Osasco, minimizando os impactos ambientais do transporte", afirma.

A partir do dia 16 de outubro, o investimento inicial de 300.000 reais nessa ação irá oferecer aos pequenos produtores e produtoras agrícolas apoio na gestão, no planejamento e no controle de custos para ajudá-los a melhorar a rentabilidade do negócio e, consequentemente, a qualidade de vida das pessoas que atuam nessa cadeia. Para isso, a marca conta com parceiros como a Morada da Floresta.

"Novas formas de colaboração nas cidades serão um aspecto fundamental da transição para um sistema alimentar mais regenerativo e resiliente, por isso a Fundação Ellen MacArthur está trabalhando com um grupo de organizações em São Paulo e nas demais cidades parceiras da nossa iniciativa de alimentos para colocar a visão em prática", diz Michael Oliveira, coordenador de iniciativas sistêmicas para a América Latina da Fundação Ellen MacArthur, parceira da Nespresso na iniciativa atual.

Logística reversa 

Para conseguir o pó de café para a reciclagem é preciso que os consumidores retornem as cápsulas usadas para um dos 170 pontos de coletas da Nespresso, sendo 30 em lojas próprias. Na pandemia, a empresa precisou incentivar que os consumidores pelo menos separassem o pó do alumínio em casa, para fazer o descarte correto, já que no período de distanciamento social as lojas ficaram fechadas.

Apesar do desafio de reutilizar os materiais, a executiva da marca afirma que há crescimento na prática. "Crescemos 5 pontos percentuais na reciclagem efetiva, chegando a 23% do total vendido e podendo aumentar", diz. Ela lembra ainda que o negócio sustentável é um investimento. "Investimos 5 milhões de reais em projetos de plantio, 12 milhões em restauro de paisagem e valores adicionais para premiar os produtores".

Ainda assim, o investimento se mostra importante e de acordo com o propósito sustentável da marca que está presente em 80 países, e tem o Brasil entre os dez mais importantes. Por aqui, a venda de cafés em cápsulas corresponde a apenas 1,5% de toda a bebida vendida, fazendo com que a empresa fique de olho no potencial de crescimento apesar dos desafios.

Últimas Notícias

Ver mais
App que será lançado no Web Summit promete revolução verde conectando usuários, empresas e ONGs
Um conteúdo Bússola

App que será lançado no Web Summit promete revolução verde conectando usuários, empresas e ONGs

Há um dia

Com vendas em alta, Zegna lança livro sobre seu “oásis de sustentabilidade”
Casual

Com vendas em alta, Zegna lança livro sobre seu “oásis de sustentabilidade”

Há um dia

Dia Mundial do Café: celebre combinando pratos e cápsulas Nespresso no brunch do Must Restaurant
Casual

Dia Mundial do Café: celebre combinando pratos e cápsulas Nespresso no brunch do Must Restaurant

Há 3 dias

Mars quer garantir o chocolate de quem nasceu em 2020 — e a ração dos pets
ESG

Mars quer garantir o chocolate de quem nasceu em 2020 — e a ração dos pets

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais