Negócios

Hopi Hari anuncia reabertura e ingresso mais caro

No site, no entanto, a opção de compra de passaporte informa que “estará disponível em breve”

Hopi Hari (Hopi Hari/Divulgação)

Hopi Hari (Hopi Hari/Divulgação)

Tatiana Vaz

Tatiana Vaz

Publicado em 5 de julho de 2017 às 12h17.

Última atualização em 5 de julho de 2017 às 12h18.

São Paulo – O Hopi Hari foi reaberto com a venda de ingressos a 150 reais por pessoa, segundo informações divulgadas nas redes sociais do parque na tarde de ontem, dia 4/07.

No site, no entanto, a opção de compra de passaporte informa que “estará disponível em breve”, bem como a de estacionamento, cujo valor será de 40 reais.

Em sua página no Facebook, o parque publicou um comunicado em que José David, presidente do Hopi Hari, afirma que os ingressos estariam sendo vendidos no site a partir de terça, dia 04 de junho, e que o parque contará com muitas novidades.

“Além da volta de muitas atrações, teremos o Passaporti di Hari, que custará R$150,00, lembrando que esse valor é para um único acesso ao querido parque”, diz a mensagem.

David também declara, em uma publicação seguinte, que gostaria de agradecer a todos que apoiaram e estiveram ao lado do Hopi Hari, bem como os funcionários, chamados por ele de “habitáris”, pela bravura e resistência.

O parque estava fechado desde 15 de maio, em decorrência de uma série de problemas de gestão financeira e, na época, a direção informava que a situação não duraria muito.

Nas redes sociais, a opinião sobre o novo preço de ingresso ficou dividida. Alguns entenderam o reajuste de preço, como uma maneira do Hopi Hari se tornar um negócio rentável, enquanto outros criticavam o aumento do ingresso, antes cobrado a 99 reais.

Procurada, a assessoria de imprensa do Hopi Hari ainda não esclareceu as informações.

Acompanhe tudo sobre:Hopi HariParques de diversõesRecuperações judiciais

Mais de Negócios

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Cauã Reymond, Deborah Secco e mais: ‘Netflix da publicidade' fatura R$70 mi levando famosos até PMEs

Dia dos Namorados: pequenas e médias empresas online faturam R$ 262,5 milhões na data, alta de 35%

Mais na Exame