Negócios

Cade aprova compra de subsidiária da Odebrecht por fundo 3G

A Inova, subsidiária da Odebrecht Properties Parcerias S.A, atua na prestação de serviços de apoio não pedagógicos a instituições educacionais

Odebrecht: na avaliação da Cade, a operação não gera preocupações concorrenciais (Carlos Jasso/Reuters)

Odebrecht: na avaliação da Cade, a operação não gera preocupações concorrenciais (Carlos Jasso/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 29 de janeiro de 2018 às 09h12.

São Paulo - A Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra da Inova, uma subsidiária da Odebrecht Properties Parcerias S.A que atua na prestação de serviços de apoio não pedagógicos a instituições educacionais, pelo 3G Fundo de Investimento em Participações, de acordo com despacho no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira.

Na avaliação da autarquia, a operação não gera preocupações concorrenciais porque "representa a entrada do 3G nos mercados de prestação combinada de serviços de apoio, não pedagógicos, a instituições educacionais" e a aprovação cabe ao município de Belo Horizonte, onde a Inova opera.

Ainda segundo parecer no site do Cade, as atividades da Inova abrangem serviços gerais de lavanderia e rouparia, help desk, operação reprográfica, segurança, higiene e limpeza, manutenção e provisão de utilidades de energia, manutenção e construção predial e de ativos, provisão de equipamentos e mobiliário, jardinagem e controle de pragas.

Acompanhe tudo sobre:acordos-empresariaisCadeEmpresasFusões e AquisiçõesNovonor (ex-Odebrecht)

Mais de Negócios

Marca de infusões orgânicas cresce com aumento do consumo de chás no Brasil e fatura R$ 6 milhões

Descubra 4 formas de pedir empréstimo e quais são as vantagens e desvantagens de cada uma

Apoio Financeiro no RS: prazo para adesão ao termina nesta sexta-feira; saiba como se inscrever

Com nova fábrica, Gelato Borelli vai triplicar produção e planeja faturar R$ 360 milhões em 2024

Mais na Exame