Negócios

Accor investe na rede de hotéis de luxo Banyan Tree, de Singapura

A rede francesa vai desenvolver a marca asiática e promovê-la em troca de parte de suas ações

Banyan Tree: empresa passa a ter acesso à rede internacional de reservas e vendas do grupo AccorHotels (Accor/Divulgação)

Banyan Tree: empresa passa a ter acesso à rede internacional de reservas e vendas do grupo AccorHotels (Accor/Divulgação)

Luísa Melo

Luísa Melo

Publicado em 9 de dezembro de 2016 às 15h51.

Última atualização em 9 de dezembro de 2016 às 15h58.

São Paulo - A AccorHotels, dona de bandeiras como Pullman, Mercure e Ibis, fechou uma parceria de longo prazo com a rede de resorts e spas de luxo Banyan Tree Holdings, de Singapura.

A Accor vai investir na marca asiática e promovê-la em troca de parte de suas ações.

Pelo acordo, a empresa francesa deve aportar um montante inicial de 24 milhões de dólares singapurenses (cerca de 16 milhões de Euros) no Banyan Tree.

Com esse dinheiro, as duas companhias vão desenvolver juntas as marcas pertencentes à Banyan no mundo todo.

A Banyan, por outro lado, passa a ter acesso à rede internacional de reservas e vendas do grupo AccorHotels e também ao programa de fidelidade Le Club.

O investimento será feito por meio da emissão de debêntures conversíveis, que, no vencimento, darão à Accor uma participação de cerca de 25% na parceira.

A francesa terá ainda a opção de comprar uma segunda fatia de 5%.

Para o presidente da Banyan Tree, Ho Kwon Ping, o negócio vai ajudar a empresa a sobreviver à consolidação do setor.

"O acordo com a AccorHotels permite que a rede Banyan Tree siga como uma empresa independente, firmando acordos de gestão de hotéis por conta própria, porém agora com uma chance maior de fazer com que suas marcas atinjam um alcance global", afirmou em nota.

Para a Accor, o tratado é uma chance de ampliar a presença no continente asiático e consolidar a liderança no nicho de luxo.

"É uma grande oportunidade para complementar a nossa proposta de negócio em relação a marcas icônicas. A Banyan Tree Holdings criou posições-chave de liderança em toda a Ásia com resorts de luxo, um dos segmentos que mais cresce na indústria hoteleira, disse Sebastien Bazin, presidente global da rede.

O grupo AccorHotels opera em 95 países e gerencia 4.000 hotéis e mais de 2.500 casas privadas no mundo.

Ele tem marcas de luxo como Raffles, Fairmont, Sofitel, MGallery  Pullman, e Swissôtel e até bandeiras intermediárias como Novotel, Mercure, Mama Shelter e Adagio, além de econômicas como a Ibis.

A Banyan Tree tem resorts e spas em destinos turísticos luxuosos em Singapura, China, Indonésia, Maldivas, México, Marrocos, Seicheles, Coreia do Sul, Tailândia, Emirados Árabes Unidos e Vietnã.

Acompanhe tudo sobre:AccorHotelariaInvestimentos de empresas

Mais de Negócios

“Vamos investir 800 milhões de dólares para transição de veículos elétricos”, diz CEO global do Uber

Universidade aposta em software com IA para aumentar a segurança no campus

Sebrae promove evento gratuito sobre sustentabilidade para pequenos negócios. Inscreva-se

Os CEOS mais bem pagos em 2023 nos EUA

Mais na Exame