Mundo

Xi Jinping viaja aos EUA para sua primeira visita de Estado

Xi iniciará sua visita no litoral oeste, em Seattle, na terça-feira, e estará ali até o dia 24, quando viaja a Washington para se reunir com Barack Obama


	O presidente chinês, Xi Jinping: o presidente também viajará para Nova York para participar de uma série de atos comemorativos do 70° aniversário da criação da ONU
 (REUTERS)

O presidente chinês, Xi Jinping: o presidente também viajará para Nova York para participar de uma série de atos comemorativos do 70° aniversário da criação da ONU (REUTERS)

DR

Da Redação

Publicado em 22 de setembro de 2015 às 08h22.

Pequim - O presidente da China, Xi Jinping, viajou nesta terça-feira os Estados Unidos para sua primeira visita de Estado, na qual deve passar por Seattle, Washington e Nova York.

Xi iniciará sua visita no litoral oeste, em Seattle, na terça-feira, e estará ali até o dia 24, quando viaja a Washington para se reunir com seu colega, Barack Obama, na Casa Branca.

Após dois dias na capital, o presidente da China viajará para Nova York para participar de uma série de atos comemorativos do 70° aniversário da criação da ONU entre 26 e 28 de setembro.

Xi está acompanhado de sua esposa, Peng Liyuan, e de uma ampla comitiva formada por, entre outros, o conselheiro de Estado, Yang Jiechi, e membros do Politburo e outros estamentos do Partido Comunista da China (PCCh).

Trata-se da primeira visita de Estado de Xi desde que é presidente da China (2013), já que esse ano viajou à Califórnia para um encontro com Obama, quem foi em novembro do ano passado ao Fórum de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (Apec) realizado em Pequim.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaBarack ObamaChinaEstados Unidos (EUA)Países ricosPersonalidadesPolíticosXi Jinping

Mais de Mundo

O que aconteceu com o Titan? Um ano após implosão, investigação ainda não foi concluída

Direito ao aborto é retirado da declaração do G7 por oposição da Itália

Suprema Corte dos EUA anula proibição de acessório que converte armas em metralhadoras

Israel bombardeia Gaza e tensões continuam na fronteira com o Líbano

Mais na Exame