Mundo

Ucrânia afirma que impediu avanço em alguns pontos da região de Kharkiv

Moscou iniciou uma nova ofensiva em 10 de maio na região de Kharkiv e conseguiu ocupar novos territórios

Guerra: Ucrânia afirma que impediu avanço em alguns pontos da região de Kharkiv (AFP/AFP)

Guerra: Ucrânia afirma que impediu avanço em alguns pontos da região de Kharkiv (AFP/AFP)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 16 de maio de 2024 às 06h58.

O exército ucraniano afirmou nesta quinta-feira, 16, que impediu o avanço russos em algumas áreas da região de Kharkiv, no nordeste do país, onde Moscou iniciou uma nova ofensiva em 10 de maio e conseguiu ocupar novos territórios.

"A situação na região de Kharkiv continua complicada e evolui de maneira dinâmica. Nossas forças de defesa conseguiram estabilizar parcialmente a situação e impedir o avanço do inimigo em algumas áreas e localidades", afirmou o porta-voz do exército na região, Nazar Voloshin.

O exército russo "tenta criar as condições para avançar novamente", acrescentou o porta-voz.
Na cidade de Vovchansk, que tinha 18.000 habitantes antes da invasão e é uma das principais localidades que Moscou tenta ocupar no momento, as forças ucranianas estão fazendo uma "varredura nos edifícios" da zona norte, afirmou Voloshin.

O exército ucraniano "tenta estabilizar a situação, infligir danos e impedir que o inimigo estabeleça sua presença. Vários contra-ataques ucranianos estão em curso", destacou o porta-voz militar.

O popular blogueiro militar ucraniano Yuri Butusov, seguido por meio milhão de pessoas, afirmou que "a ofensiva russa no norte da região de Kharkiv foi de fato interrompida". "Os grupos de ataque russos sofreram perdas, mas ainda não foram destruídos. Os combates prosseguem", afirmou no Facebook.

Segundo o governador da região, Oleg Sinegubov, mais de 8.700 pessoas foram retiradas da área.  Quinze moradores ficaram feridos em vários bombardeios contra a região de Kharkiv.

Acompanhe tudo sobre:UcrâniaRússia

Mais de Mundo

Pessoa morre ao entrar em motor de avião da Embraer no aeroporto de Amsterdã

Campanha presidencial mexicana chega ao fim com duas candidatas na disputa

Temperatura na capital da Índia bate recorde e supera 50ºC

Telescópio europeu Euclides descobre novos "planetas órfãos"

Mais na Exame