Mundo

Tesouro dos EUA anuncia sanções a 3 empresas acusadas de facilitar compra de armas na Rússia

Ação também visa conter o aprofundamento militar entre o governo de Vladimir Putin com a Coreia do Norte

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 16 de maio de 2024 às 14h28.

O Gabinete de Controle de Ativos Estrangeiros (Ofac) do Departamento do Tesouro dos EUA anunciou nesta quinta-feira, 16, novas sanções a dois indivíduos russos e a três entidades sediadas na Rússia, acusadas de facilitar transferências de armas entre a Rússia e a Coreia do Norte.

A ação faz parte dos esforços do governo norte-americano para interromper as transações financeiras bélicas russas e conter o aprofundamento militar entre Coreia do Norte e Rússia, afirmou o Tesouro em nota.

Foram sancionados russos que trabalharam com a companhia Ashot Mkrtychev, que segundo a Ofac, trabalhou como facilitador de transações e envio de equipamento militar norte-coreano para território russo em 2023. Anatolyevich Gazaryan e Aleksey Budnev foram sancionados, além das empresas ligadas a eles: Trans Kapital Limited Liability Company, Rafort Limited Liability Company e Tekhnologiya; as três com sede na Rússia.

Como resultado da ação, todos os bens dos dois indivíduos que estão nos Estados Unidos ou na posse de pessoas que estão nos EUA serão bloqueados e monitorados pela Ofac.

Além disso, quaisquer propriedades que sejam detidas, direta ou indiretamente, pelas pessoas sancionadas também serão bloqueadas.

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)RússiaCoreia do Norte

Mais de Mundo

Bolsonaro, Maduro e Kirchner também foram alvo de ataques quase mortais; veja lista

Ucrânia afirma que impediu avanço em alguns pontos da região de Kharkiv

O que esperar de Putin na China — e por que os países estão tão próximos agora

Primeiro-ministro da Eslováquia baleado: o que se sabe até agora sobre o atentado

Mais na Exame