Mundo

Trump comparecerá ao tribunal duas vezes na próxima semana, com primárias se aproximando

Ex-presidente dos EUA enfrenta processos em 31 estados para tentar barrá-lo das eleições em 2024

Ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump busca direito de concorrer a primárias para próxima eleição presidencial

Ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump busca direito de concorrer a primárias para próxima eleição presidencial

Publicado em 4 de janeiro de 2024 às 16h37.

Última atualização em 4 de janeiro de 2024 às 16h43.

O ex-presidente dos EUA Donald Trump planeja participar de duas grandes audiências judiciais em Washington e Nova York na próxima semana, à medida que o processo de nomeação republicano e a eleição para as primárias se aproxima.

O favorito do Partido Republicano para as eleições de novembro deve comparecer a um tribunal federal de apelações em Washington em 9 de janeiro sobre sua alegação de imunidade de acusação por interferência eleitoral, de acordo com fontes que falaram à Bloomberg e pediram para não ser identificadas.

O ex-presidente tem feito campanha para retornar à Casa Branca em meio a quatro processos criminais e dois processos civis. Esta será a primeira aparição de Trump no caso eleitoral de Washington desde que ele se declarou inocente em seu julgamento em agosto sob a acusação de que conspirou para anular ilegalmente as eleições de 2020.

Leia também: Eleições nos EUA: Trump pede que Suprema Corte anule inelegibilidade no Colorado

Dois dias depois, em 11 de janeiro, Trump planeja comparecer às alegações finais em Manhattan no julgamento de fraude civil de US$ 250 milhões do estado de Nova York contra ele e sua extensa empresa imobiliária, disse uma das pessoas. Trump compareceu a esse julgamento várias vezes ao longo de suas 11 semanas, inclusive tomando a posição para testemunhar.

Espera-se que a segurança seja reforçada dentro e ao redor do tribunal de Washington para a aparição de Trump, segundo informação da Bloomberg. Os protocolos de segurança provavelmente serão semelhantes aos de quando ele foi acusado, que incluíam coordenação entre várias agências de aplicação da lei, barreiras fora do tribunal, fechamento de estradas e cercas de bicicleta ao redor do complexo do Capitólio na rua.

Leia também: Trump enfrenta processos em 31 estados para tentar barrá-lo das eleições em 2024

Precauções semelhantes foram tomadas anteriormente em Manhattan, onde o julgamento por fraude em Nova York está em hiato desde que o juiz que supervisiona o caso ouviu a última testemunha em 13 de dezembro. Após as alegações finais, o juiz emitirá um veredicto sem júri.

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)Donald Trump

Mais de Mundo

Trump diz que quer ser 'presidente de todos' e detalha tiro que levou em 1º discurso após atentado

Trump fará 1º comício após ataque neste sábado, em condado decisivo para a eleição

Eleições nos EUA: Trump discursa na Convenção Republicana nesta quinta; assista ao vivo

Eleições nos EUA: Quem são e o que pensam os eleitores republicanos?

Mais na Exame