Mundo
Acompanhe:

Terror no Quênia mata 15, incluindo um norte-americano e 4 britânicos

As autoridades buscam a identificação dos corpos. Há aproximadamente 30 feridos, incluindo uma mulher grávida

Centro comercial onde foi praticado atentado que matou 15 pessoas no Quênia (Thomas Mukoya/Reuters)

Centro comercial onde foi praticado atentado que matou 15 pessoas no Quênia (Thomas Mukoya/Reuters)

A
Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 09h18

Os ataques a um hotel e a um centro comercial, em Nairóbi, no Quênia, deixaram pelo menos 15 mortos, entre eles, um norte-americano e quatro britânicos.

As autoridades buscam a identificação dos corpos. Há aproximadamente 30 feridos, incluindo uma mulher grávida.

Para os agentes policiais do Quênia, os ataques têm motivações terroristas.

O atentado foi reivindicado pelo grupo islâmico somaliano al Shabaab.

O Quênia tem sido alvo do grupo terrorista, que promoveu uma ação em 2013, que deixou dezenas de mortos em um shopping e, em 2015, uma ação na qual 150 estudantes morreram em uma universidade.

*Com informações da Telesur, emissora multiestatal de televisão com sede em Caracas, e as agências públicas Télam, da Argentina, e RTP, de Portugal