Acompanhe:

Produto que matou Kim Jong-Nam é encontrado em roupas de acusadas

Esta é a primeira prova que vincula diretamente as duas mulheres suspeitas ao agente neurotóxico VX, que matou o irmão do líder norte-coreano

Modo escuro

Continua após a publicidade
Kim Jong-Nam: ele foi atingido no rosto por um agente tóxico (Foto/AFP)

Kim Jong-Nam: ele foi atingido no rosto por um agente tóxico (Foto/AFP)

A
AFP

Publicado em 5 de outubro de 2017 às, 09h53.

Última atualização em 5 de outubro de 2017 às, 09h53.

Vestígios do agente neurotóxico usado no assassinato na Malásia do irmão do líder norte-coreano foram encontrados nas roupas das duas acusadas pelo crime, afirmou um químico durante o julgamento.

Esta é a primeira prova que vincula diretamente as duas mulheres ao agente neurotóxico VX, uma versão altamente letal do gás sarin, considerado uma arma de destruição em massa.

No dia 13 de fevereiro, Kim Jong-Nam, meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-Un, faleceu 20 minutos depois de ser atingido no rosto por este produto quando estava no aeroporto internacional de Kuala Lumpur.

A indonésia Siti Aisyah e a vietnamita Thi Huong, acusadas pelo crime, estão sendo julgadas desde segunda-feira na Alta Corte de Shah Alam, subúrbio de Kuala Lumpur, onde fica o aeroporto.

"Encontramos VX na camisa sem mangas de Siti Aisyah", declarou o químico Raja Subramaniam durante seu depoimento nesta quinta-feira como testemunha.

A camisa usada por Huong tinha VX em estado puro e uma substância usada para fabricar veneno. Também havia vestígios de veneno em suas unhas, completou.

As imagens das câmeras de segurança do aeroporto mostram o momento em que as duas mulheres se aproximaram de Kim antes de jogar o líquido em seu rosto.

As duas foram detidas pouco depois do assassinato e podem ser condenadas à pena de morte.

Na abertura do julgamento, na segunda-feira, as duas se declararam inocentes. Ao longo da investigação, elas negaram que desejavam cometer um assassinato e afirmaram que foram enganadas, que acreditavam estar participando de um programa de televisão do tipo "pegadinha".

Os advogados de defesa afirmam que os culpados são norte-coreanos que fugiram da Malásia.

A Coreia do Sul acusa o Norte de ter organizado o assassinato, o que Pyongyang nega. Kim Jong-Nam criticava o regime norte-coreano e vivia no exílio.

Últimas Notícias

Ver mais
Estilista italiano Roberto Cavalli morre aos 83 anos
Casual

Estilista italiano Roberto Cavalli morre aos 83 anos

Há 5 dias

Pai da primeira-dama Janja morre em Curitiba, aos 83 anos
Brasil

Pai da primeira-dama Janja morre em Curitiba, aos 83 anos

Há 6 dias

Morre O.J. Simpson aos 76 anos
Mundo

Morre O.J. Simpson aos 76 anos

Há 6 dias

Kim Jong Un: 'É hora de estar mais preparado para a guerra do que nunca'
Mundo

Kim Jong Un: 'É hora de estar mais preparado para a guerra do que nunca'

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais