Pós-pandemia: 1ª viagem do Papa será a país que foi epicentro do terror

Intenção é levar mensagem de paz à região que caiu nas mãos do Estado Islâmico, no Oriente Médio, e ainda é vítima de atentados; viagem acontece em março

O Papa Francisco deverá ser o primeiro pontífice a visitar o Iraque, país de insurgência do Estado Islâmico. O poderio militar dos jihadistas enfraqueceu depois que vários de seus integrantes foram mortos na guerra para expulsá-los do Iraque, entre 2016 e 2017. Mas os insurgentes continuam a praticar atentados, embora de menor porte.

De acordo com informações do Vaticano, o Papa deverá partir de Roma no dia 4 de março para uma viagem de três dias por Bagdá, Erbil, no nororeste do país, e Mossul, que foi a capital do Estado Islâmico no Iraque. Hoje, Mossul, uma cidade de 2 milhões de habitantes com importantes sítios arqueológicos, passa por um momento de reconstrução.

O objetivo da visita é levar uma mensagem de paz à região. O governo iraquiano demonstrou contentamento com a iniciativa e disse que a visita do Papa representa um "momento histórico".

Será a primeira jornada do Papa em um ano, desde o início da pandemia do coronavírus.

O Iraque, que ocupa a região da antiga Mesopotâmia, onde foi criada a escrita, é considerado o berço das religiões monoteístas. A cidade de Ur, no sul do país, é apontada como o local de nascimento do profeta Abraão, pai do judaísmo.

Até a invasão do Iraque, em 2003, o cristianismo também estava bastante presente no país. Depois disso, grupos terroristas islâmicos começaram a atacar pessoas que professavam de outros credos e o número de praticantes de outras religições diminuiu. Muitos imigraram.

Atualmente, acredita-se que cerca de 100.000 cristãos vivam no Iraque, a maioria na cidade de Erbil, onde desfrutam de relativa segurança, e seus arredores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.