Mundo

Paris lançará carros elétricos de aluguel para combater contaminação

Plano da prefeitura é que programa comece a funcionar em outubro de 2011 e deve disponibilizar 3 mil carros com bateria elétrica

Modelo de carro elétrico que deve ir para as ruas de Paris (Eric Piermont/AFP)

Modelo de carro elétrico que deve ir para as ruas de Paris (Eric Piermont/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 17 de dezembro de 2010 às 16h01.

Paris - O transporte de Paris, revolucionado alguns anos atrás pela operação Vélib, que pôs à disposição do público milhares de bicicletas, se prepara para receber, no ano que vem, 3.000 carros "ecológicos" para "melhorar a qualidade de vida" e combater a contaminação.

Denominada Autolib, esta operação, que estreará em outubro de 2011, será "algo inédito no mundo nesta escala", disse o prefeito de Paris, o socialista Bertrand Delanoë, que previu uma "revolução" para as grandes cidades.

"É uma mudança radical na concepção humana da cidade", disse o prefeito, ao anunciar que o grupo francês Bolloré havia ganhado o contrato para operar a Autolib, que funcionará em Paris e outras 40 cidades francesas.

A Bolloré deverá fornecer carros elétricos - 3.000 para começar -, que funcionarão com baterias de lítio recarregáveis, com uma autonomia de 250 quilômetros, informou a promotoria.

A Autolib contará com cerca de mil estações - 700 delas em Paris -, onde retirar e devolver os carros, com o pagamento de uma assinatura e o tempo de uso.

"Houve algumas experiências, em pequena escala, mas o que uma grande metrópole mundial se lance neste desafio, nesta escala, é algo inédito em escala mundial", destacou.

"Espero que será uma revolução eficaz que melhorará nossa qualidade de vida e, talvez, as relações entre os cidadãos", reafirmou Delanoë.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCarros elétricosEuropaFrançaMetrópoles globaisPaíses ricosParis (França)SustentabilidadeVeículos

Mais de Mundo

Julian Assange, fundador do WikiLeaks, vai se declarar culpado; entenda

Suprema Corte dos EUA vai avaliar lei que proíbe tratamento hormonal para menores transexuais

Rússia ameaça EUA com 'consequências' após ataque ucraniano na Crimeia

Ex-baixista do Nirvana anuncia candidatura à presidência dos Estados Unidos

Mais na Exame