Acompanhe:

Ao menos 170 pessoas morreram na explosão de um depósito de combustíveis em Nagorno-Karabakh na segunda-feira, 25, durante a fuga de dezenas de milhares de civis que temem a chegada das tropas do Azerbaijão, segundo um balanço atualizado divulgado nesta sexta-feira pelas autoridades separatistas armênias do enclave.

"Até o momento encontramos os restos mortais de 170 pessoas, que foram entregues ao departamento de exames médicos forenses", anunciaram as autoridades médicas em um comunicado.

O balanço anterior registrava 68 mortos e quase 200 feridos.

Guerra no Azerbaijão

A explosão aconteceu poucos dias após o anúncio da rendição das forças separatistas armênias neste território montanhoso do Cáucaso, consequência de uma ofensiva relâmpago do Azerbaijão.

A rendição provocou um êxodo de dezenas de milhares de civis armênios que moravam no enclave, que fica dentro das fronteiras internacionais do Azerbaijão e foi cenário de duas guerras, uma no início da década de 1990 e outra em 2020.

A explosão aconteceu quando os refugiados tomaram o depósito para utilizar o combustível em sua fuga pela rodovia para a Armênia.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Ex-dirigente de empresa petrolífera do Azerbaijão presidirá COP29 em Baku
ESG

Ex-dirigente de empresa petrolífera do Azerbaijão presidirá COP29 em Baku

Há 2 meses

Azerbaijão, ligado à Opep, avança para sediar a próxima COP
ESG

Azerbaijão, ligado à Opep, avança para sediar a próxima COP

Há 3 meses

Nagorno-Karabakh recebe a primeira missão da ONU em 30 anos
Mundo

Nagorno-Karabakh recebe a primeira missão da ONU em 30 anos

Há 5 meses

Governo separatista de Nagorno-Karabakh anuncia dissolução; habitantes fogem para a Armênia
Mundo

Governo separatista de Nagorno-Karabakh anuncia dissolução; habitantes fogem para a Armênia

Há 6 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais