Acompanhe:

Nova Zelândia vai revogar lei antitabagismo, pioneira no mundo

Aprovadas em 2022 e previstas para entrar em vigor em julho, as regras anti-tabaco mais rigorosas do mundo teriam proibido as vendas para os nascidos após 1º de janeiro de 2009

Modo escuro

Continua após a publicidade
Cigarros: lei na Nova Zelândia teria proibido vendas para os nascidos após 1º de janeiro de 2009 (mariusFM77/Getty Images)

Cigarros: lei na Nova Zelândia teria proibido vendas para os nascidos após 1º de janeiro de 2009 (mariusFM77/Getty Images)

A Nova Zelândia deve revogar, nesta terça-feira, 27, uma lei pioneira no mundo que proíbe a venda de tabaco para futuras gerações, informou o governo. 

Aprovadas em 2022 e previstas para entrar em vigor em julho, as regras anti-tabaco mais rigorosas do mundo teriam proibido as vendas para os nascidos após 1º de janeiro de 2009, reduzido o teor de nicotina nos produtos de tabaco e diminuído o número de varejistas de tabaco em mais de 90%.

No entanto, o governo eleito em outubro, a coalizão liderada pelo National Party, afirmou que a revogação ocorrerá na terça-feira como uma questão de urgência. A ministra adjunta da Saúde, Casey Costello, disse que o governo de coalizão está comprometido em reduzir o tabagismo, mas está adotando uma abordagem regulatória diferente para desencorajar o hábito e reduzir os danos que ele causa.

"Em breve apresentarei um pacote de medidas ao gabinete para aumentar as ferramentas disponíveis para ajudar as pessoas a pararem de fumar", disse Costello, acrescentando que as regulamentações sobre vaping também serão endurecidas.

A revogação vai ajudar a financiar cortes de impostos prometidos pelo novo governo. Em novembro, quando a revogação foi anunciada, a ministra das Finanças, Nicola Willis, disse que a receita das vendas de cigarros vão financiar um novo plano tributário.

A decisão, fortemente criticada por seu impacto nos resultados de saúde na Nova Zelândia, também recebeu críticas por temores de que possa ter um impacto maior nas populações tradicionais maori e pasifika, grupos com taxas mais altas de tabagismo.

O primeiro-ministro Christopher Luxon disse que a reversão impediria que um mercado negro de tabaco surgisse. "Concentrar a distribuição de cigarros em uma loja em uma pequena cidade vai ser um grande ímã para crimes", disse Luxon à Radio New Zealand.

Luxon disse que seu governo continuaria a reduzir as taxas de tabagismo por meio de educação e outras políticas..

Modelagens recentes mostraram que as regulamentações economizariam US$ 1,3 bilhão em custos do sistema de saúde ao longo dos próximos 20 anos, se totalmente implementadas, e reduziriam as taxas de mortalidade em 22% para mulheres e 9% para homens.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Nova Zelândia dificultará obtenção de visto de trabalho após imigração recorde
seloCarreira

Nova Zelândia dificultará obtenção de visto de trabalho após imigração recorde

Há 4 dias

Ministro compara combustíveis fósseis ao cigarro e quer dinheiro do petróleo na transição energética
ESG

Ministro compara combustíveis fósseis ao cigarro e quer dinheiro do petróleo na transição energética

Há 3 semanas

Nova Zelândia vai proibir cigarros eletrônicos descartáveis
Mundo

Nova Zelândia vai proibir cigarros eletrônicos descartáveis

Há 3 semanas

Cidade nos EUA proíbe venda de tabaco para pessoas nascidas a partir de 2001
Mundo

Cidade nos EUA proíbe venda de tabaco para pessoas nascidas a partir de 2001

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais