Mundo

Maior problema da democracia são "burros" no poder, diz secretário da OEA

Sem citar nomes, Luis Almagro afirmou que uma má gestão de países ou empresas gera uma "incapacidade" administrativa

Luis Almagro: o secretário da OEA não deu nomes concretos de governantes nem empresários (Foto/AFP)

Luis Almagro: o secretário da OEA não deu nomes concretos de governantes nem empresários (Foto/AFP)

A

AFP

Publicado em 18 de fevereiro de 2020 às 18h15.

O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, afirmou nesta terça-feira (18), no Panamá, que o maior problema para as democracias latino-americanas é quando "um burro governa", porque isso gera "incapacidade" administrativa.

"O problema principal são os burros. Quando um burro governa, quando um burro dirige uma empresa, esse é o problema que é sem solução", disse Almagro durante uma conferência realizada com empresários da Câmara de Comércio, Indústrias e Agricultura do Panamá, a maior associação empresarial do país.

"Esse problema gera incapacidade produtiva, gera incapacidades no funcionamento das instituições e gera incapacidade na gestão de governo", acrescentou.

Almagro, entretanto, não deu nomes concretos de governantes nem empresários. Ele não falou com jornalistas depois de seu discurso sobre a "paz social e a democracia na América Latina".

Almagro busca se reeleger na eleição programada para o dia 20 de março. Ele precisa de 18 votos para ser confirmado no cargo de secretário-geral da organização com 34 membros ativos.

Durante a intervenção de Almagro, cerca de cem pessoas se reuniram, convocadas por grupos e organizações de esquerda, para protestar em frente à sede empresarial. Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra Almagro, chamado de "fascista", "golpista" e "terrorista".

Acompanhe tudo sobre:DemocraciaOEA

Mais de Mundo

Em guerra com os ambientalistas, Japão lança novo 'navio-mãe' de caça às baleias

Justiça alemã inicia julgamento de suspeitos de planejar golpe de Estado

Passageiro morre e 30 ficam feridos após forte turbulência em voo

Quer morar nos EUA? Saiba quanto você precisa ganhar para ser considerado 'classe média'

Mais na Exame