Acompanhe:

Maduro anuncia plano para repatriar venezuelanos que queiram retornar

O presidente disse que, diante da crise, os cidadãos não deveriam deixar a Venezuela, mas "ficar, trabalhar e fazer da pátria mais bela"

Modo escuro

Continua após a publicidade
Venezuelanos na fronteira com a Colômbia: Maduro disse sentir tristeza pelas histórias que conhece "todos os dias" de venezuelanos que foram embora do país. (Jaime Saldarriaga/Reuters)

Venezuelanos na fronteira com a Colômbia: Maduro disse sentir tristeza pelas histórias que conhece "todos os dias" de venezuelanos que foram embora do país. (Jaime Saldarriaga/Reuters)

E
EFE

Publicado em 26 de abril de 2018 às, 21h34.

Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira um plano com o qual espera levar de volta ao país os venezuelanos que emigraram nos últimos anos por causa da severa crise econômica e que agora queiram retornar.

"Eu quero que você me faça um plano especial para apoiar venezuelanos que tenham ido ao exterior, que tenham perdido tudo e queiram voltar pra trabalhar e ter seu negócio, ter sua empresa", ordenou o chefe do Estado venezuelano ao ministro de Economia, Simón Zerpa.

Durante um ato com políticos e empresários em Caracas o líder chavista pediu ao seu ministro para configurar este mecanismo com a ajuda de quatro bancos públicos.

Maduro disse sentir tristeza pelas histórias que conhece "todos os dias" de venezuelanos que foram embora do país devido à "campanha permanente dos veículos de meios de comunicação e das redes sociais" e que agora sofrem "humilhações" no exterior ou estão "passando fome".

"Decidem vender a casa, o apartamento, o carro e vão embora. Seis meses depois retornam arruinados", comentou.

O presidente opinou ainda que, diante da crise, os cidadãos não deveriam deixar a Venezuela, mas "ficar, trabalhar e fazer da pátria a pátria mais bela e próspera que jamais se tenha conhecido no planeta Terra".

A Organização Internacional de Migração (OIM) estimou em 1,6 milhão o tamanho da diáspora venezuelana dos últimos anos e há estudos que falam até de quatro milhões de cidadãos que deixaram seu país desde que se instaurou a chamada revolução bolivariana em 1999.

Embora Maduro tenha negado que exista um "êxodo em massa" de venezuelanos, no mês passado disse esperar o retorno dos jovens que emigraram para "melhorar sua vida". EFE

Últimas Notícias

Ver mais
EUA decidem se reativam as sanções petrolíferas contra Venezuela por bloqueio à oposição
Mundo

EUA decidem se reativam as sanções petrolíferas contra Venezuela por bloqueio à oposição

Há 8 horas

Maduro anuncia fechamento de sedes diplomáticas da Venezuela no Equador
Mundo

Maduro anuncia fechamento de sedes diplomáticas da Venezuela no Equador

Há um dia

Venezuela 'exigirá' que Equador entregue ex-vice-presidente Glas ao México
Mundo

Venezuela 'exigirá' que Equador entregue ex-vice-presidente Glas ao México

Há um dia

Governo autoriza empresas brasileiras a importarem energia da Venezuela
Economia

Governo autoriza empresas brasileiras a importarem energia da Venezuela

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais