Londres se prepara para 1 milhão de visitantes em funeral da rainha Elizabeth II

Evento terá maior operação de transporte público na cidade desde os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2012
Soberana morreu no dia 8 de setembro e, desde então, circulação na cidade já aumentou (Ximena Borrazas/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
Soberana morreu no dia 8 de setembro e, desde então, circulação na cidade já aumentou (Ximena Borrazas/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 18/09/2022 às 15:48.

Última atualização em 19/09/2022 às 06:52.

A autoridade de transporte de Londres disse que está se preparando para a visita de cerca de 1 milhão de pessoas à capital britânica na segunda-feira, 19, para o funeral de Estado da rainha Elizabeth II.

O chefe de Transporte para Londres, Andy Byford, afirmou neste domingo, 18, que a capital já viu grande número de passageiros adicionais desde que a rainha morreu no dia 8 de setembro. A demanda "chegará a um clímax" na segunda-feira, segundo ele.

VEJA TAMBÉM: Últimas notícias do funeral da rainha Elizabeth II: cerimônia acontece nesta segunda-feira; veja ao vivo

Em todo o país serão executados cerca de 250 serviços ferroviários extras, incluindo alguns trens noturnos. Peter Hendy, presidente da Network Rail, disse que na segunda-feira veremos a "maior operação de transporte público desde os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Londres em 2012".

Mais de 100 voos do Aeroporto de Heathrow serão cancelados para evitar barulho de aeronaves perturbando o funeral na Abadia de Westminster na segunda-feira de manhã e a cerimônia posterior no Castelo de Windsor. O aeroporto do oeste de Londres disse que 15% dos 1.200 voos previstos para decolar ou pousar na segunda-feira serão afetados.