Mundo

Líder curdo diz que "sim" pela independência foi o vencedor

Em um discurso televisionado, Masoud Barzani pediu "diálogo" com Bagdá, que rejeitou a votação, afirmando que ela era inconstitucional

Masoud Barzani: o presidente da região curda se disse a favor do diálogo (Azad Lashkari/Reuters)

Masoud Barzani: o presidente da região curda se disse a favor do diálogo (Azad Lashkari/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 26 de setembro de 2017 às 16h30.

Última atualização em 26 de setembro de 2017 às 16h46.

Irbil, Iraque - O presidente da região curda do Iraque, Masoud Barzani, afirmou nesta terça-feira que o "sim" à independência foi vitorioso no plebiscito realizado na segunda-feira.

Em um discurso televisionado, Barzani pediu "diálogo" com Bagdá, que rejeitou a votação, afirmando que ela era inconstitucional.

O governo iraquiano também se disse oposto a qualquer mudança de fronteiras. Barzani se disse a favor do diálogo, afirmando que ele era "para um futuro melhor", acrescentando que "as negociações são o caminho certo para resolver os problemas, não as ameaças ou o idioma da força".

Os curdos do Iraque realizaram uma votação na segunda-feira sobre uma independência de Bagdá, apesar da forte oposição do governo iraquiano, da Turquia e do Irã.

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, ameaçou uma proibição de voo caso a região curda não entregue o controle de seus aeroportos às autoridades federais até sexta-feira.

Fonte: Associated Press.

Acompanhe tudo sobre:IraqueOriente MédioReferendo

Mais de Mundo

Brasil é 3º país mais inseguro da América do Sul, diz Global Peace Index

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Mais na Exame