Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Jogadoras da Noruega são multadas por não aceitar uniforme biquíni

Em vez do uniforme de biquíni estabelecido pela federação, as atletas do handebol optaram por shorts em um jogo no fim de semana. Multa pelo caso gerou críticas nas redes sociais

O uniforme da seleção norueguesa de handebol virou o centro de um debate sobre até que ponto há diferenças no tratamento dado a homens e mulheres no esporte.

A seleção feminina de handebol de praia da Noruega foi multada ao não aceitar usar um uniforme que trazia um top e biquíni. No lugar, as atletas optaram por usar shorts em um jogo no último fim de semana, alegando que o uniforme estabelecido pela federação deixava partes de seus corpos expostas.

Times de handebol de praia da Noruega: diferença nos uniformes gerou críticas das jogadoras

Times de handebol de praia da Noruega: diferença nos uniformes gerou críticas das jogadoras (Federação Norueguesa de Handebol/Reprodução)

A multa foi estabelecida pela Federação Europeia de Handebol, e divulgada na segunda-feira, 19, após a seleção norueguesa ganhar a medalha de bronze em um campeonato um dia antes.

A regra sobre o uniforme vem da Federação Internacional da modalidade, que estabelece que o uniforme feminino deve ser “com um ajuste justo e corte em um ângulo para cima em direção ao topo da perna.”

Ao jornal The New York Times, uma porta-voz da organização respondeu que as regras estavam sendo reavaliadas internamente, mas que até agora somente a Noruega havia questionado os uniformes e que outras seleções gostam de jogar de biquíni, citando as seleções da América do Sul.

A seleção masculina dos países é autorizada a usar shorts pelas regras da federação. O caso gerou críticas nas redes sociais, com fotos mostrando a diferença nos uniformes dos dois times.

Cada jogadora da seleção norueguesa foi multada em 150 euros, totalizando uma multa de 1.500 euros pelo descumprimento da regra de vestimenta.

A Federação Norueguesa de Handebol apoiou a requisição das atletas e disse que pagaria a multa em nome das jogadoras. A entidade tem dito que já havia reclamado sobre o caso à Federação Internacional, mas que não foi ouvida.

O debate sobre as diferenças nos uniformes de atletas é antigo. Um dos comentários mais lembrados a respeito é do ex-presidente da FIFA, federação internacional de futebol, Joseph Blatter, que disse em 2004 que as jogadoras deveriam jogar em "roupas mais femininas".

"Deixe as mulheres jogarem com roupas mais femininas, como fazem no vôlei", disse. “Eles poderiam, por exemplo, usar shorts mais justos. As jogadoras são bonitas, me desculpem por dizer isso, e já têm algumas regras diferentes das dos homens - como jogar com uma bola mais leve. Essa decisão foi tomada para criar uma estética mais feminina, então por que não fazer isso na moda também?"

Em 2011, a Federação Internacional de Badminton também anunciou uma regra que obrigava as atletas a jogarem de saia ou vestido, e disse que o objetivo era ampliar o interesse na modalidade.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também