Mundo

Greenpeace quer Facebook como 'amigo da energia verde'

Telão foi instalado em frente à sede da empresa para exibir comentários dos usuários em reposta a essa mensagem, postada na rede social pela organização ativista

Zuckerberg: Facebook anunciou que novo centro de dados consome 38% menos energia (Getty Images)

Zuckerberg: Facebook anunciou que novo centro de dados consome 38% menos energia (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de abril de 2011 às 12h36.

San Francisco, EUA - Ativistas da organização ecológica Greenpeace se manifestaram nesta quarta-feira diante da sede do site Facebook, na Califórnia, para pedir aos administradores da rede social que troque a energia do carvão por energia verde.

"Queremos que deixem de ser 'amigos' do carvão e que se tornem 'amigos' da energia verde", afirmou o porta-voz do Greenpeace, Daniel Kessler, fazendo uso da linguagem dos amantes da rede social.

Um telão foi instalado no local para exibir os comentários dos usuários em resposta à mensagem neste sentido que o Greenpeace publicou em sua página do Facebook.

Esta ação acontece depois que o Facebook anunciou, na semana passada, que elaborou uma nova arquitetura para centros de dados, que consume 38% menos da eletricidade do que normalmente usa.

Consultado pela AFP, o Facebook não fez comentários sobre esta ação do Greenpeace.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookGreenpeaceInternetRedes sociaisTecnologias limpas

Mais de Mundo

Pessoa morre ao entrar em motor de avião da Embraer no aeroporto de Amsterdã

Campanha presidencial mexicana chega ao fim com duas candidatas na disputa

Temperatura na capital da Índia bate recorde e supera 50ºC

Telescópio europeu Euclides descobre novos "planetas órfãos"

Mais na Exame