Mundo

Greenpeace acusa Facebook de censurar anúncio sobre energia verde

Segundo a sede em Israel do grupo ambientalista, anúncio pedia que o próprio Facebook utilizasse energias alternativas

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 18 de maio de 2011 às 18h37.

Jerusalém - Greenpeace Israel acusou nesta quarta-feira a direção do Facebook de censura por se recusar a publicar um anúncio que pedia justamente aos administradores da sede da empresa, na Califórnia, para substituírem a energia do carvão por energia verde.

A seção israelense da organização ambientalista pediu ao Facebook há duas semanas que incluísse um anúncio publicitário que continha uma chamada para que a popular rede social apostasse na energia elétrica com menor impacto ambiental, explicou à Agência Efe o responsável de campanhas de novas mídias, Itamar Weitzman.

O Facebook respondeu na semana passada que não publicaria o anúncio porque ele "inclui referências" à empresa, segundo o texto de resposta facilitado à Agência Efe pelo Greenpeace.

"Não é permitido que os anúncios usem o nome, logotipos, marcas, terminologia do site do Facebook ou façam referências ao Facebook em seu título, texto ou URL".

Weitzman ressalta que o anúncio não pretende prejudicar a empresa nem incluir mensagem algum que possa justificar a negativa.

"Isto não é uma campanha contra o Facebook. O Facebook é uma ferramenta incrível, mas deveriam apoiar o verde", justificou.

Durante a campanha internacional pela energia sustentável, Greenpeace Israel lançou um site em hebraico com uma proposta que superou as 2 mil assinaturas de apoio e um vídeo de Michael Moshonov, ator israelense que participou de "Lebanon", filme de Samuel Maoz e que recebeu o Leão de Ouro em Veneza em 2009.

A Agência Efe procurou o Facebook, mas não teve resposta.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookGreenpeaceInternetRedes sociais

Mais de Mundo

Pessoa morre ao entrar em motor de avião da Embraer no aeroporto de Amsterdã

Campanha presidencial mexicana chega ao fim com duas candidatas na disputa

Temperatura na capital da Índia bate recorde e supera 50ºC

Telescópio europeu Euclides descobre novos "planetas órfãos"

Mais na Exame