Acompanhe:

Explosões deixam Beirute, no Líbano, com cenas de guerra; veja vídeos

Em vídeos publicados em redes sociais, é possível ouvir um forte barulho, seguido por uma nuvem de fumaça que lembra o formato de cogumelo

Modo escuro

Continua após a publicidade
Explosão em Beirute: ainda não há informações oficiais sobre mortes e feridos. (Anwar AMRO/AFP)

Explosão em Beirute: ainda não há informações oficiais sobre mortes e feridos. (Anwar AMRO/AFP)

V
Victor Sena

Publicado em 4 de agosto de 2020 às, 12h56.

Última atualização em 5 de agosto de 2020 às, 11h40.

Uma grande explosão foi vista nesta terça-feira, 4, em Beirute, capital do Líbano. De acordo com o diretor geral da Segurança Geral Abbas Ibrahim, as violentas explosões podem estar ligadas a "materiais explosivos" confiscados e mantidos em um armazém "por anos".

"Parece que há um armazém contendo materiais confiscados há anos, e parece que eram materiais muito explosivos", disse. "Os serviços responsáveis estão realizando a investigação, e dirão qual é a natureza do incidente", acrescentou.

O ministro da Saúde do Líbano disse que mais de 100 pessoas morreram e mais de 4.000 ficaram feridas.

Em vídeos publicados nas redes sociais, é possível ouvir um forte barulho, seguido por uma nuvem de fumaça que lembra o formato de cogumelo — comum em situações em que há explosão de bombas. A explosão mais forte parece ter acontecido depois de uma outra, mais fraca, que já chamava a atenção das pessoas, que começaram a filmá-la.

Há relatos também de danos causados em prédios vizinhos ao local que fica localizado na zona portuária da cidade e de caos nas ruas da região central. Segundo a rede televisiva libanesa LBCI, foi registrado danos na residência do ex-primeiro-ministro Saad Hariri, que fica no centro de Beirute.

Veja os vídeos da explosão registrada em Beirute, no Líbano:

https://twitter.com/Breaking911/status/1290674198587871232

Além dos vídeos em que é possível ver a explosão, pessoas têm publicado imagens de como a cidade está no momento. É possível ver muitas poeira, carros amassados e janelas de prédios quebradas.

A tragédia acontece num momento em que o país passa por uma crise econômica sem precedentes. Com uma dívida que chega a 170% do PIB, o governo não tem mais recursos nem para pagar as suas próprias contas de energia, telefone e internet.

Como resultado, as operadoras de celular reduziram a velocidade de conexão em vários lugares onde há repartições públicas. Também acabou o dinheiro para importar o combustível que gera a eletricidade. Resultado: boa parte das cidades está às escuras.

Veja fotos de Beirute após a explosão que destruiu a capital do Líbano

Últimas Notícias

Ver mais
EUA aprova venda de tanques ao Bahrein por US$ 2,2 bilhões
Mundo

EUA aprova venda de tanques ao Bahrein por US$ 2,2 bilhões

Há 2 semanas

Em operação militar, Israel invade maior hospital de Gaza
Mundo

Em operação militar, Israel invade maior hospital de Gaza

Há 2 semanas

Hezbollah lança 100 foguetes contra norte de Israel; ajuda humanitária por mar é enviada a Gaza
Mundo

Hezbollah lança 100 foguetes contra norte de Israel; ajuda humanitária por mar é enviada a Gaza

Há 3 semanas

Ataque Houthi contra navio no Mar Vermelho deixa tripulantes mortos pela primeira vez
Mundo

Ataque Houthi contra navio no Mar Vermelho deixa tripulantes mortos pela primeira vez

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais