Mundo

França apoia proposta de Lula para COP na Amazônia

"Gostaria muito de ter uma COP na Amazônia, assim apoio plenamente esta iniciativa do presidente Lula", afirmou Macron

"A França é uma potência do Indo-Pacífico e uma potência amazônica. A maior fronteira externa da França e da Europa é a fronteira da nossa Guiana com o Brasil", lembrou Macron (AFP/AFP)

"A França é uma potência do Indo-Pacífico e uma potência amazônica. A maior fronteira externa da França e da Europa é a fronteira da nossa Guiana com o Brasil", lembrou Macron (AFP/AFP)

A

AFP

Publicado em 17 de novembro de 2022 às 08h06.

O presidente francês, Emmanuel Macron, expressou apoio nesta quinta-feira à proposta do presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, para organizar na Amazônia a conferência da ONU sobre o clima de 2025.

"Gostaria muito de ter uma COP na Amazônia, assim apoio plenamente esta iniciativa do presidente Lula", afirmou durante uma viagem a Bangcoc para a reunião de cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC).

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

"Apoio a volta do Brasil a uma estratégia amazônica. Nós precisamos", acrescentou Macron.

Lula, que assumirá a presidência do Brasil em 1º de janeiro de 2023, expressou na quarta-feira no Egito o desejo de organizar a COP30 na Amazônia, uma região essencial para o equilíbrio do clima e da biodiversidade mundial.

Lula desembarcou na terça-feira na cidade egípcia de Sharm el Sheilh para participar na COP27.

O Brasil havia sido escolhido para sediar a COP em 2019, mas desistiu após a eleição de Jair Bolsonaro como presidente no fim de 2018.

"A França é uma potência do Indo-Pacífico e uma potência amazônica. A maior fronteira externa da França e da Europa é a fronteira da nossa Guiana com o Brasil", lembrou Macron.

A recente vitória de Lula parece abrir caminho para uma aproximação entre Paris e Brasília. As relações de Macron com Bolsonaro foram muito ruins.

A França considera o Brasil um "sócio essencial na América Latina", afirmou na terça-feira a secretária de Estado para a Europa, Laurence Boone, ao anunciar uma nova estratégia para os próximos meses.

LEIA TAMBÉM: 

Acompanhe tudo sobre:AmazôniaEmmanuel MacronLuiz Inácio Lula da SilvaMudanças climáticas

Mais de Mundo

Putin diz que Coreia do Norte 'apoia firmemente' sua operação na Ucrânia

Joe Biden simplifica regularização de ao menos 500 mil migrantes

Quem é Jordan Bardella, o líder da extrema-direita que desafia Macron?

Corrida nuclear: EUA concentram 80% dos gastos, e China tem arsenal 'pronto para uso' pela 1ª vez

Mais na Exame