Forte terremoto de 7,4 graus faz prédios balançarem na Cidade do México

Pessoas deixaram suas casas e correram para a rua depois que os alarmes da Cidade do México avisaram sobre a chegada do terremoto

Um terremoto forte de magnitude 7,4 atingiu o litoral sul do México nesta terça-feira, matando ao menos seis pessoas e atingindo aldeias isoladas, além de causar tremores em prédios a centenas de quilômetros de distância na Cidade do México.

As mortes ocorreram próximas do epicentro do terremoto, em Oaxaca, um Estado montanhoso conhecido pelas plantações de café, arquitetura colonial espanhola e produção da bebida mezcal.

Uma testemunha da Reuters na cidade costeira de La Crucecita viu moradores ansiosos do lado de fora de suas casas horas após o tremor, uma vez que temiam novos abalos fatais.

Casas ficaram marcadas por grandes rachaduras nas paredes e moradores procuravam limpar os destroços das ruas. Cerca de 200 casas na área foram danificadas, incluindo 30 que sofreram graves impactos, disse uma autoridade local.

“Em um momento, perdemos tudo para a natureza”, disse Vicente Romero, cuja residência sofreu danos estruturais. “Esse é o trabalho da nossa vida.”

Deslizamentos de pedras bloquearam estradas sinuosas nas montanhas entre a capital do Estado, a Cidade de Oaxaca, e o litoral. Equipes de resgate declararam três pessoas como gravemente feridas na vila remota de Santa Catarina Xanaguia, afirmou uma autoridade estatal.

Entre os mortos estava um trabalhador da companhia estatal de petróleo Pemex, que sofreu uma grave queda. A Pemex foi forçada a fechar, brevemente, a maior refinaria de petróleo do país, em Oaxaca.

A centenas de quilômetros de distância, edifícios na Cidade do México tremeram fortemente, e as pessoas correram para as ruas quando um alarme sísmico de alerta prévio soou. Duas pessoas ficaram feridas e mais de 30 prédios na capital sofreram danos, disseram autoridades.

Miguel Candelaria, de 30 anos, estava trabalhando no computador na casa de sua família na cidade de Juchitán quando o chão começou a tremer. Ele correu para o lado de fora com os parentes, mas tiveram que parar no meio da rua porque o asfalto estava sacudindo.

“Não conseguíamos andar… a rua parecia chiclete”, disse Candelaria.

Terremotos de magnitude superior a 7,0 são sismos de grande dimensão capazes de provocar danos grandes e generalizados. Um terremoto de magnitude 7,1 que atingiu a região central do México em 2017 matou 355 pessoas na Cidade do México e em Estados vizinhos.

A Agência Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos chegou a alertar que as costas do Pacífico do México e da América Central e do Sul enfrentavam um possível alerta de tsunami, mas informou, posteriormente, que o risco havia passado.

O Serviço Geológico dos EUA disse que o epicentro do terremoto de terça-feira foi localizado 69 km a nordeste da cidade de Pochutla. O terremoto foi bastante raso, com apenas 26 quilômetros abaixo da superfície, o que amplifica o tremor.

 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE